Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Radiografia ao novo emprego em sete gráficos

O peso dos contratos a termo no conjunto do emprego mantém-se em 22% ao fim de dois anos de governação socialista, com o apoio de Bloco de Esquerda e PCP. Um número que promete aquecer o debate desta tarde no Parlamento.

Contratos a prazo mantêm o peso

Contratos a prazo mantêm o peso
O peso dos contratos a prazo no emprego total continua em níveis muito elevados. A redução de 0,3 pontos percentuais no quarto trimestre foi insuficiente para melhorar face a 2015.

Criados 216 mil empregos sem termo

Criados 216 mil empregos sem termo
Nos últimos dois anos, foram criados 276 mil empregos por conta de outrem, dos quais 216 mil têm contratos permanentes. Cerca de 60 mil têm contratos a termo.

Indústria e serviços criam emprego

Indústria e serviços criam emprego
Foi o sector dos serviços que criou mais emprego desde 2015, mas foi o sector da indústria que viu aumentar mais o seu peso no conjunto do mercado de trabalho.

Emprego a tempo completo domina

Emprego a tempo completo domina
Nestes dois anos, o emprego que se criou foi todo a tempo completo. A tempo parcial, o INE regista uma quebra de quase 35 mil postos de trabalho em dois anos.

Emprego por conta própria diminui

Emprego por conta própria diminui
O número de trabalhos por conta própria tem vindo a recuar. Segundo o INE, em dois anos desapareceram 33,5 mil. Todo o emprego criado é por conta de outrem.

Cai emprego desqualificado

Cai emprego desqualificado
Nos últimos dois anos, registou-se uma redução dos empregos desqualificados. O maior aumento foi nos trabalhadores com o ensino secundário e superior.

Mais velhos absorvem emprego

Mais velhos absorvem emprego
A grande fatia dos empregos criados diz respeito aos trabalhadores com mais de 45 anos. É entre os 25 e os 34 anos, que a criação de postos de trabalho é menos expressiva.
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Ver comentários
Saber mais emprego
Mais lidas
Outras Notícias