Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rajoy garante que é a banca quem pagará o resgate

Membros do executivo espanhol garantem que o resgate financeiro para recapitalizar a banca não terá contrapartidas macroeconómicas.

Rita Faria afaria@negocios.pt 13 de Junho de 2012 às 10:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O primeiro-ministro espanhol garantiu esta manhã no Congresso que a ajuda de 100 mil milhões que o país solicitou à Europa é “um empréstimo à banca que a banca pagará”, adianta o diário “Expansión”.

Perante os deputados, Mariano Rajoy sublinhou que “o que os outros fizeram com dívida pública, nós faremos com ajuda europeia”. O chefe do executivo espanhol frisou ainda que a crise só terá solução “com mais Europa”.

Nesse sentido, informou que já tinha enviado uma carta aos responsáveis políticos europeus a pedir uma maior integração fiscal e bancária, a nível europeu. Uma petição que será apresentada na cimeira de 22 de Junho, em Roma, que reunirá os líderes da Alemanha, França, Itália e Espanha.

Já o ministro da Economia, Luis de Guindos, insistiu que os 100 mil milhões de euros que a Espanha receberá da Europa são mais que suficientes para fazer face às necessidades da banca, que o FMI estimou em 40 mil milhões.

De Guindos defendeu ainda que o processo está a ser conduzido com a máxima transparência, e recordou aos partidos que todas estas medidas já deviam ter sido tomadas há três anos. “A ajuda não estará vinculada a condições macroeconómicas”, reiterou o ministro. “As condições serão para a banca. As entidades financeiras têm de reconhecer a realidade que se ocultou em anos anteriores”.

Ver comentários
Saber mais Espanha Rajoy Luis de Guindos resgate financeiro banca
Outras Notícias