Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receitas da hotelaria crescem 3,6% em Janeiro

As receitas dos estabelecimentos hoteleiros em Portugal cresceram 3,6% para os 81,6 milhões de euros, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 13 de Março de 2007 às 15:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As receitas dos estabelecimentos hoteleiros em Portugal cresceram 3,6% para os 81,6 milhões de euros, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Neste período, o número de dormidas na hotelaria atingiu os 1,8 milhões em Janeiro, o que representa um crescimento de 5,4% face ao mesmo período de 2005. Os não residentes contribuíram com um crescimento de 6,4%, superior ao dos residentes (3,3%).

Segundo o INE, em Janeiro de 2007, estiveram em actividade 1.771 estabelecimentos hoteleiros classificados de interesse turístico, correspondendo a uma capacidade de alojamento de 241.521 camas. Esta oferta de alojamento traduziu-se em crescimentos homólogos de 1,5% e 3,0%, respectivamente.

No mês de Janeiro, a hotelaria acolheu cerca de 643,8 mil hóspedes, mais 4,4% que em 2005, o que originou 1,8 milhões de dormidas.

A região Autónoma das Açores foi a que registou maior crescimento (26,5%), seguindo-se o Alentejo (12,3%), o centro (11,6%), Lisboa (11,5%), o Algarve (6,1%) e o Norte (3,2%). A Região Autónoma da Madeira foi a única a apresentar um decréscimo de 6,3%.

Os residentes em Portugal originaram 598,9 mil dormidas, o que representa uma subida de 3,3%. Os não residentes contribuíram com 1,2 milhões de dormidas, ou seja 66% do total, o que significou um acréscimo de 6,4%, relativamente ao período homólogo.

Os principais mercados emissores foram o Reino Unido, a Alemanha, a Espanha, os Países Baixos, a França e a Itália, que concentraram 73,9% das dormidas dos não residentes.

Outras Notícias