Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reforço do fundo de ajuda abre nova brecha no euro

Países disciplinados resistem a reforçar "rede de segurança". Temem efeitos perversos e mesmo dar um "tiro no pé".

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 18 de Janeiro de 2011 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O reforço e a flexibilização do uso do Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) abriram uma nova brecha na Zona Euro, com os países com finanças públicas relativamente em ordem e "ratings" máximos - encabeçados pela Alemanha - a resistirem a uma proposta que temem produzir efeitos perversos, ao incentivar os menos disciplinados a relaxarem os seus esforços de consolidação orçamental, e que receiam poder também comprometer os "rating" máximos de que dispõem e que lhes garantem condições mais benignas de financiamento.

As manifestações dessa clivagem tornaram-se ontem evidentes nas horas que antecederam o início do encontro entre os ministros das Finanças do euro (Eurogrupo), que foi precedido por uma reunião inédita entre os seis responsáveis dos países que dispõem de "rating" AAA (ver caixa). "O Fundo não está sob pressão.













logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias