Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Reino Unido já tem nova equipa governamental

O primeiro-ministro David Cameron já definiu os nomes que o vão acompanhar nos próximos cinco anos de mandato. Já sem os Liberais Democratas no Governo, George Osborne vê reforçado o seu papel e passa a vice-primeiro-ministro. Amber Rudd e Priti Patel estreiam-se.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 11 de Maio de 2015 às 14:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Os nomes dos ministros que irão compor o próximo Executivo britânico ao longo do próximo mandato de cinco anos já são conhecidos. Depois de alcançada a maioria absoluta nas eleições legislativas de quinta-feira passada, o primeiro-ministro David Cameron não perdeu tempo e, esta segunda-feira, 11 de Maio, deu a conhecer os nomes que vão formar a próxima equipa governamental britânica.

 

Confirma-se, desde logo, que além de manter a pasta das Finanças, George Osborne vai também passar a ser o número dois oficial de Cameron, cargo até aqui ocupado pelo já ex-líder dos Liberais Democratas, Nick Clegg. Osborne passa assim a acumular as Finanças com a função de vice-primeiro-ministro.

 

Depois de David Cameron ter entretanto reiterado que não será candidato a um terceiro mandato, George Osborne assume-se cada vez mais como o mais provável sucessor do actual líder conservador, uma possibilidade reforçada pelo peso crescente que o actual ministro das Finanças e agora vice-primeiro-ministro vai ganhando no Governo britânico.

 

Também Theresa May continuará a ocupar uma das quatro principais pastas do Executivo britânico, mantendo-se como responsável pela Administração Interna, tomando conta de áreas cruciais durante a próxima legislatura como é o caso da cidadania e da imigração.

 

Depois de confirmada a promessa de realização de um referendo sobre a permanência britânica na União Europeia (UE) antes do final de 2017, a imigração será uma das questões em cima da mesa nas prováveis negociações entre Bruxelas e Londres.

 

Quem também se mantém com a mesma pasta é Philip Hammond. Depois de ter passado da pasta da Defesa para os assuntos externos em Julho do ano passado, substituindo no cargo William Hague, Hammond continuará a liderar a diplomacia britânica numa altura em que se acumulam as vozes críticas perante a perda de peso relativo de Londres nas relações internacionais, designadamente na UE e na NATO.

 

Michael Gove que também assumiu funções ministeriais após a remodelação promovida por Cameron em Julho do ano passado, mantém-se assim na pasta da Justiça. O outro Michael que também se mantém como ministro e que à imagem de Gove também assumiu funções em Julho de 2014 é Fallon, responsável pela Defesa britânica, uma das áreas que mais cortes sofreu ao longo do primeiro mandato do Executivo de coligação entre conservadores e liberais.

 

Duas das novidades passam pela chegada ao novo Executivo de duas mulheres. Amber Rudd será a próxima ministra da Energia e das Alterações Climáticas e Priti Patel assume a pasta do Emprego. Já Nicky Morgan continuará a liderar o ministério da Educação e a pasta da Igualdade.

 

Outra novidade é John Whittingdale que assume o ministério da Cultura, Desporto e Media. Chris Grayling é o próximo líder da Câmara dos Comuns e também o Lorde presidente do Conselho. Já Tina Stowell será a líder da Câmara dos Lordes.

 

Por fim, destaque ainda para o próximo ministro do Comércio que será Sajid Javid.

Ver comentários
Saber mais Reino Unido David Cameron George Osborne Theresa May UE Philip Hammond William Hague Michael Gove Amber Rudd Nicky Morgan Priti Patel John Whittingdale Chris Grayling Tina Stowell Sajid Javid
Mais lidas
Outras Notícias