Europa Reticências na UE após proposta de May para acordo de segurança

Reticências na UE após proposta de May para acordo de segurança

Theresa May apelou, este sábado, a um novo acordo em termos de segurança para a fase após o Brexit.
Reticências na UE após proposta de May para acordo de segurança
Lusa 17 de fevereiro de 2018 às 17:05
A União Europeia (UE) manifestou, este sábado, dúvidas quanto à proposta da primeira-ministra britânica, Theresa May, que pediu um novo acordo entre as duas partes em matéria de segurança para a fase depois do Brexit.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que tal como May participou na Conferência de Segurança de Munique, não comentou o discurso da primeira-ministra do Reino Unido, mas considerou que "não se deve misturar" questões comerciais nas negociações sobre o Brexit, a saída britânica da UE, com conversações sobre um possível novo tratado bilateral de segurança.


May, ao discursar, este sábado, em Munique, propôs "um novo tratado para uma nova relação de segurança" e afirmou que o governo britânico está incondicionalmente comprometido com a ideia de "manter a cooperação em matéria de defesa" com os restantes parceiros da UE.


Para a dirigente britânica, é preciso "vontade política" para avançar para um novo acordo em matéria de segurança, justificando que uma ruptura da actual cooperação teria "consequências reais nocivas".


"Este não é um momento em que possamos permitir que a nossa cooperação seja inibida, a segurança dos nossos cidadãos seja colocada em risco pela competição entre parceiros, rigidez institucional e ideologias profundamente enraizadas", defendeu May.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
invicta 17.02.2018

Estão sempre como cão e gato. Cresçam e tomem juízo.

General Ciresp 17.02.2018

Se depois do Brexit comecar a caca as bruchas,o preco dos jogadores de futeboj vai vir para preco normal da carne dum jogador,direi q vai andar por volta dos 30.000.000 de euros por carcassa.As transmissoes dos jogos de futebol ingles vao marcar passo.Os quase 5.000.000.000 q pagam por 1 fatia acaba

pub