Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Revista de imprensa nacional

As principais notícias da imprensa nacional

Negócios negocios@negocios.pt 21 de Fevereiro de 2007 às 09:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais notícias da imprensa nacional

PT sobe OPA para 11,5 euros (Jornal de Negócios) A PT aumentou em 2,7 mil milhões a sua "defesa" contra a OPA. Mais dinheiro e a recompra de 16,5% de acções são os novos trunfos do grupo, que está disposto a pagar até 11,5 euros pelas suas acções.

Paulo Azevedo diz que "os accionistas da PT vão ficar zangados" (Jornal de Negócios) Os accionistas da PT vão ficar zangados. Foi desta forma que Paulo Azevedo, presidente da Sonaecom, reagiu em declarações ao Jornal de Negócios, à resposta da PT à OPA, que o CEO da Sonaecom considerou "absurda".

PT contra-ataca (outra vez) (Diário Económico) PT tenta travar Sonae com bónus para accionistas. Quais são as alternativas para as suas acções. "É uma desilusão", garante Paulo Azevedo.

Eléctrica nacional vale perto dos 16 mil milhões (Diário Económico) Extinção dos CAE e aumento da concessão das hidroeléctricas justicam euforia bolsista.

Preço dos carros pode baixar entre 2% e 2,5% (Diário de Notícias) O preço dos automóveis poderá cair entre os 2% e os 2,5% a partir de Julho, quando entrarem em vigor as novas regras da fiscalidade automóvel. Isto porque o IVA continua a recair sobre o ISV - o imposto sobre veículos que substituirá o imposto automóvel - mas a base de incidência é menor, já que o imposto pago à cabeça também é em menor valor.

Companhia Nacional de Gás Russa chega a acordo com API para Sines (Diário de Notícias) A Companhia Nacional de Gás russa deverá assinar no próximo dia 27 um memorando de entendimento e um acordo para a reserva de terrenos com a API - Agência Portuguesa para o Investimento, com o objectivo de construir uma nova fábrica para produzir etileno em Sines. 

Metade dos certificados de aforro nas mãos de ricos (Diário de Notícias) O Governo mantém que os certificados de aforro são o instrumento de dívida pública mais caro disponível em Portugal e desvaloriza o argumento de que funcionam como elemento de "coesão social", já que metade do seu volume está concentrada em carteiras superiores a 100 mil euros.

PT rejeita OPA da Sonae e oferece 6,2 mil milhões aos accionistas (Público) Proposta da administração teve a abstenção da Telefónica e um voto contra.

Ver comentários
Outras Notícias