Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rio ganha Conselho Nacional e perde Conselho de Jurisdição

A lista proposta por Rui Rio ao Conselho Nacional recebeu o voto de 246 congressistas, enquanto a lista patrocinada por Luís Montenegro não foi além de 191 votos. No entanto, candidato de Rio perdeu eleição para o Conselho de Jurisdição.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2020 às 12:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A lista proposta por Rui Rio ao Conselho Nacional, encabeçada pelo eurodeputado Paulo Rangel, obteve 249 votos, enquanto a lista patrocinada por Luís Montenegro, que tinha o autarca de Famalicão Paulo Cunha como número um, teve o voto de 191 delegados ao 38.º Congresso do PSD. 

Apesar da vitória do líder reeleito no órgão máximo entre congressos, o candidato escolhido por Rui Rio para encabeçar a lista ao Conselho de Jurisdição Nacional, Fernando Negrão, alcançou 264 votos, atrás da lista vencedora protagonizada por Paulo Colaço (393 votos).

Apoiante de Rui Rio logo na eleição interna de 2018, Paulo Colaço integrou o Conselho de Jurisdição até ao início do ano passado, altura em que se demitiu com o objetivo de intentar uma ação disciplinar contra o presidente da Mesa, Paulo Mota Pinto.

No que concerne à votação para o Conselho Nacional, à lista proposta por Rio juntam-se ainda os 102 votos conseguidos pela lista encabeçada por Carlos Eduardo Reis, apoiante do presidente social-democrata.


A lista V, que tinha Bruno Jorge Vitorino como cabeça de lista, apoiante de Miguel Pinto Luz, teve também 102 votos.


As listas X (80) e J (63) obtiveram também votações expressivas. A primeira é encabeçada por José Miguel Ferreira, e integra elementos com menos de 35 anos (sub-35), enquanto a segunda, era liderada por Joaquim Biancard, outro apoiante de Rio.

Rio piora resultado na direção
Na eleição para a Comissão Política Nacional, a lista única, liderada por Rio, assegurou 541 votos favoráveis num total de 867 votantes, tendo havido ainda 227 votos brancos e 99 nulos.

Isto significa que a lista única para a direção de Rio teve 62% dos votos, abaixo dos 64,8% registados no congresso social-democrata de há dois anos. A Lusa escreve que é mesmo o resultado mais baixo de uma direção eleita desde 2007, ano em que se realizaram as segundas eleições diretas sociais-democratas.  


Já a lista para a Mesa, em que Rio reconduziu Paulo Mota Pinto, recebeu 539 votos, tendo ainda sido contabilizados 229 votos brancos e 98 nulos.
Ver comentários
Saber mais 38.º Congresso do PSD Rui Rio Luís Monenegro Pinto Luz Paulo Cunha Paulo Colaço Fernando Montenegro
Mais lidas
Outras Notícias