Política Rio leva hoje a Marcelo programa de reformas
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Rio leva hoje a Marcelo programa de reformas

O novo líder do PSD reúne-se esta tarde com o Presidente da República. Na pasta leva um conjunto de reformas para pôr Portugal a crescer com maior robustez. Rio vai testar a disponibilidade de Marcelo para ser o pivot nos consensos políticos que propõe ao país.
Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Lusa Miguel Baltazar Miguel Baltazar

O novo líder do PSD entrega hoje ao Presidente da República um programa de reformas para superar os bloqueios do país, para as quais vão ser precisos consensos políticos. Na primeira ida a Belém, Rui Rio vai

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Eusebio manuel Vestias Pecurto Vestias 19.02.2018

Veremos se a nossa Democracia representativa tem coragem de implementar reformas necessárias para tentar começar este pais A escolha é simples adaptar-se á concorrência ou desaparecer Já ouve neste pais cheio de joias Portuguesas para desaparecer por não reagir a tempo

Anónimo 19.02.2018

Fazem-me credor de bancos à força e devedor de dívida pública excessiva também à força. A liberdade e o dever fiduciário emigraram de vez para fora deste Portugal.

Anónimo 19.02.2018

Há uma modesta redução no número de excedentários do sector bancário português, o que é tendencialmente positivo mas não deixa de ser limitado e pouco ambicioso nos tempos que correm em todo o mundo, e por outro lado verifica-se um aumento no número de excedentários do sector público português onde não se pode despedir e a gestão de recursos humanos é algo eternamente indecifrável, em total contra-ciclo com o que ocorre nas economias e sociedades mais avançadas nossas credoras, investidoras directas, grandes consumidoras de turismo e em muitos casos subsidiadoras. Em Portugal, as pessoas da esquerda no geral e os partidos de esquerda em particular perderam não só a vergonha como o bom senso.

Protejam-se PGR ,Carlos Alexandre... 19.02.2018

Está criado um vazio que pode ser ocupado por um partido novo proveniente da justiça que o povo já conhece o rosto ,tudo se conjuga para que o Socas, Bes, Espirito,Richiard ,rangel e Pincel estejam representados no PSD e PS para lutar contra os justos.pode ter 40% de votos mas 15% brincam com eles

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub