Impostos Ronaldo terá desviado 150 milhões de euros ao Fisco

Ronaldo terá desviado 150 milhões de euros ao Fisco

Uma investigação, conduzida por um consórcio de jornais internacionais, concluiu que as autoridades espanholas detectaram uma evasão fiscal no valor 150 milhões de euros relativos aos direitos de imagem do jogador. Jorge Mourinho terá usado esquemas idênticos. No centro de tudo isto estará Jorge Mendes.
Ronaldo terá desviado 150 milhões de euros ao Fisco
getty, bloomberg
Negócios 03 de dezembro de 2016 às 12:38

As investigações das autoridades fiscais começaram há exactamente um ano. E hoje, através de uma fuga de documentos noticiada por um conjunto de jornais de vários países, entre os quais o Expresso, sabe-se que Cristiano Ronaldo terá ocultado ao Fisco espanhol rendimentos que ascendem a 150 milhões de euros.

Os documentos da plataforma Football Leaks foram obtidos pela revista alemã Der Spiegel, que decidiu partilhá-los com um consórcio de jornalismo de investigação (European Investigative Collaborations) composto por mais de uma dezena de jornais. E o que dizem estes documentos? No que toca a Cristiano Ronaldo, revelam que este terá utilizado de forma sistemática empresas sedeadas em offschores para esconder rendimentos relativos a direitos de imagem que terá recebido entre 2009 e 2014. Segundo detalham o semanário Expresso e o jornal espanhol El Mundo, Ronaldo terá recebido 74,8 milhões de euros pela venda dos seus direitos de imagem entre 2009 e 2014. A este valor, somar-se-iam ainda mais 75 milhões de euros que o jogador português terá recebido adiantado pelos seus direitos de imagem até 2020.

O inquérito das autoridades espanholas ainda decorre, mas a Gestifute, do agente Jorge Mendes, que representa os interesses de Ronaldo, fez saber, logo na quinta-feira, numa declaração pública, que o jogador tem as suas obrigações fiscais em dia. Alegadamente, terá sido esta empresa de Jorge Mendes a montar todo o esquema de fraude fiscal, que terá beneficiado também o treinador José Mourinho, além de pelo menos outros três jogadores deste empresário, noticia o jornal El Mundo.

José Mourinho, segundo o jornal espanhol, terá beneficiado de um esquema idêntico, montado igualmente pelo seu agente Mendes. Porém, a investigação à situação tributária do treinador português começou mais cedo, logo em 2014, tendo sido entretanto concluída, com Mourinho a regularizar a situação através do pagamento de uma multa milionária.

Todas estas informações são negadas pela sociedade de Jorge Mendes. Na mesma declaração, enviada à Agência Lusa, a Gestifute sublinhava que Cristiano Ronaldo e José Mourinho nunca estiveram envolvidos em qualquer processo judicial relativo à prática de qualquer delito fiscal e ameaçava que qualquer insinuação ou acusação dessa natureza em relação a ambos será denunciada e perseguida nos tribunais.

 

Ainda este sábado, adianta a agência Lusa, a Gestifute apresentou um certificado da Agência Estatal da Administração Tributária de Espanha, datado de 28 de novembro de 2016, a comprovar que o atual treinador do Manchester United tem as suas obrigações fiscais com o Estado espanhol em dia.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI