Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rui Rio critica encerramento de serviços públicos em todo o país menos em Lisboa

A Junta Metropolitana do Porto vai escrever ao primeiro-ministro "sensibilizando-o para a justiça dos cortes previstos nos serviços públicos", tendo Rui Rio criticado hoje que haja encerramentos "por todo o país, menos" em Lisboa, "onde há mais e excedentários".

Lusa 27 de Julho de 2012 às 20:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...
Em reunião ordinária da Junta Metropolitana do Porto, e segundo a página oficial da Câmara do Porto, o presidente Rui Rio anunciou que a junta vai escrever uma carta ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, sensibilizando-o para a justiça dos cortes previstos nos serviços públicos, nomeadamente na reorganização dos serviços de saúde.

"Não é correto nem justo, olhando para o panorama nacional, vermos serviços a encerrar no interior, e não haver o mesmo tipo de notícias relativamente aos grandes serviços concentrados na capital, onde se encontra a maior fatia dos funcionários públicos", enfatizou Rui Rio.

O também presidente da Câmara do Porto afirma que "é muito mais difícil encerrar um serviço na capital, mas não é justo".

"Os governos têm de ter a coragem de encerrar em Lisboa serviços de direcções gerais, institutos públicos que não têm utilidade em relação a outros com grande importância para as populações locais. Só se deve encerrar serviços, por razões económicas, depois de esgotar todas as tentativas e de encerrar tudo o que é inútil. Temos notícias sobre o encerramento de serviços públicos por todo o país, menos onde há mais e excedentários", sublinhou.

Outro dos temas debatidos nesta reunião prendeu-se com o facto de brevemente dever ser enviado ao Governo e à Junta Metropolitana do Porto o relatório final sobre as novas competências das Áreas Metropolitanas, onde vão estar previstas novas competências.

"É preciso uma nova gestão, de carácter transversal. Daí a necessidade de existência de uma nova autarquia, de nível superior, com carácter metropolitano para ser gerida à escala metropolitana e não à escala municipal ou central", declarou.

A Junta Metropolitana do Porto aprovou ainda a adjudicação à Universidade Católica da "Elaboração, Desenvolvimento e Avaliação de Projectos Educativos Municipais e de Projecto Educativo Metropolitano", projecto que deverá estar pronto até ao final de 2013 e que através do qual se fará um levantamento exaustivo do que existe em cada um dos municípios, propondo assim um planeamento mais adequado.

Ver comentários
Saber mais Rui Rio Porto serviços públicos
Outras Notícias