Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Salários base devem subir entre 1,1% e 2,1%

As empresas privadas vão aplicar, em 2010, aumentos sobre o salário base de 1,1% a 2,1%, uma subida ligeiramente inferior à do ano em curso. As previsões são da consultora de recursos humanos Hay Group

Elisabete de Sá esa@negocios.pt 15 de Outubro de 2009 às 13:06
As empresas privadas vão aplicar, em 2010, aumentos sobre o salário base de 1,1% a 2,1%, uma subida ligeiramente inferior à do ano em curso. As previsões são da consultora de recursos humanos Hay Group.

Os reduzidos aumentos previstos para 2010 surgem, segundo a consultora, como consequências do impacto desta crise sobre as organizações, o que justifica também algumas novas medidas de política retributiva adoptadas já este ano. “De acordo com a base de dados salariais do Hay Group, que incide sobre mais de 45.000 funções, 2009 foi um ano de profunda mudança nas práticas salariais das empresas em Portugal”, aponta a consultora.

Em termos percentuais os maiores aumentos beneficiaram funções menos qualificadas. Foi a primeira vez que tal aconteceu na última década e esta é uma tendência que também deverá marcar presença no próximo ano. Note-se ainda que, em 2009, quase 20% das empresas “congelou” salários e apenas 16% atribuíram aumentos superiores a 2,5%, quantifica o Haygroup.

No seu todo, o pacote retributivo passou a ser composto por menos retribuição variável e mais benefícios (automóvel, plano médico, seguros, planos de pensões, telemóvel, etc.), e pagaram-se menos bónus e mais comissões. Em termos de remuneração variável, “registaram-se diferenças muito significativas entre os targets fixados no início do ano e os valores percentuais realmente pagos, o que revela resultados muito baixo do esperado”, salienta o estudo.

Incrementos registados em 2009 e previsões para 2010 (em % do salário base*)


Níveis Funcionais20092010
Directores de 1ª Linha1,40%1,10%
Directores de 2ª Linha/Quadros Superiores1,60%1,20%
Gestores Intermédios/Técnicos Qualificados2,20%1,80%
Administrativos/Operativos2,20%2,10%
Comerciais2,30%2,00%

*Valores percentuais na mediana

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio