Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Salgueiro: Portugueses foram cúmplices das políticas de ilusão

João Salgueiro, antigo presidente da Associação Portuguesa de Bancos disse hoje que não se pode culpar apenas os governos pela crise, porque os portugueses alinharam nas políticas.

Rita Faria afaria@negocios.pt 19 de Outubro de 2011 às 12:25
João Salgueiro esteve presente no dia de abertura do 4ª Congresso da Ordem dos Economistas, onde afirmou que “a crise que atravessamos não é uma crise imprevisível, porque várias pessoas tinham previsto que isto ia acontecer, incluindo os pareceres do Conselho Económico e Social”.

De acordo com o João Salgueiro “é difícil dizer que a culpa é apenas dos governos”. O antigo responsável pela banca lembrou que as eleições são o momento de aferir as intenções das pessoas.

“As pessoas queriam ilusões. Muita gente foi reeleita para continuar a mesma estratégia. Não vou dizer que os portugueses foram cúmplices, porque é uma palavra demasiado pesada, mas os portugueses mostraram-se interessados nessas estratégias”, criticou o responsável.

No entanto, acredita que este é um momento de optimismo, porque os portugueses “já perceberam que estamos num sarilho, e que não há almoços grátis”.

Para João Salgueiro, Portugal só conseguirá atravessar esta crise, e recuperar, se ultrapassar quatro complexos: o do país pequeno, o do país periférico, o complexo da dependência europeia, e da dependência do Estado.

Ver comentários
Saber mais Salgueiro políticas ilusão cúmplices
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio