Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sanções contra a Rússia vão custar 90 mil milhões de euros à Europa em dois anos

O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse que as sanções impostas à Rússia devido à crise na Ucrânia vão custar 90 mil milhões de euros à economia europeia em dois anos.

Bloomberg
Lusa 10 de Dezembro de 2014 às 23:04
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

"A nossa economia provavelmente perdeu dezenas de milhares de dólares devido às sanções", disse Medvedev (na foto) esta quarta-feira na televisão pública russa. No entanto, adiantou, segundo cálculos de economistas russos, "a economia europeia, apenas com a renúncia de contratos com a Rússia e medidas restritivas, vai perder este ano 40 mil milhões de euros e poderá perder, no próximo ano, 50 mil milhões de euros". 

 

O primeiro-ministro russo sublinhou que as sanções "não beneficiam ninguém".

 

A União Europeia, o principal parceiro comercial da Rússia, adoptou, após a anexação da Crimeia, em Março, sanções contra Moscovo, que afectam, desde o Verão passado, bancos públicos, financiamento privado e o sector do petróleo. 

 

Em resposta, a Rússia declarou embargos de muitos produtos alimentares e agrícolas aos países europeus.

 

Nos últimos anos, as empresas multinacionais europeias investiram na economia russa para aproveitar o crescimento do país e da classe média. Em muitas ocasiões contestaram as sanções, alertando para as repercussões na economia europeia.

Ver comentários
Saber mais Medvedev Rússia União Europeia Moscovo
Outras Notícias