Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Santana Lopes determinado na candidatura quer garantir apoio de Jardim

Pedro Santana Lopes pediu hoje a Alberto João Jardim uma clarificação, frisando que o líder do governo regional da Madeira já lhe tinha manifestado publicamente o seu apoio, e defendeu o fim da hesitação.

Negócios com Lusa 28 de Abril de 2008 às 00:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Pedro Santana Lopes pediu hoje a Alberto João Jardim uma clarificação, frisando que o líder do governo regional da Madeira já lhe tinha manifestado publicamente o seu apoio, e defendeu o fim da hesitação.

"Considero essencial estarmos lado a lado neste combate para 2009. Cada vez mais estou determinado nesta candidatura", afirmou o líder parlamentar do PSD e candidato à liderança dos sociais-democratas, defendendo que é tempo de "acabar com o confusionismo e com a indefinição".

Santana Lopes convocou os jornalistas para responder ao presidente do Governo regional da Madeira, o social-democrata Alberto João Jardim, que hoje desafiou as candidaturas que à liderança do PSD a unirem-se numa só contra a candidatura de Manuela Ferreira Leite, que considerou a "candidatura do regime".

"Quero ver se nas outras listas há uma capacidade de união, mesmo que seja para nos mantermos todos juntos contra a lista do regime que é a da Manuela Ferreira Leite", sustentou.

O líder madeirense disse que "nunca actua condicionado" e avisou que "quem não quer esperar, não espere", considerando que impor prazos é errado.

Com o propósito de garantir que irão "trabalhar juntos", Santana Lopes disse estar disponível para ouvir e para conversar com o dr. Alberto João Jardim".

Santana Lopes defendeu que é tempo de "acabar com o confusionismo e acabar com a indefinição" e frisou que só decidiu candidatar-se à liderança do PSD depois de ter falado com o presidente do Governo regional e de este lhe ter manifestado publicamente o seu apoio.

"Só tomei esta decisão depois do dr. Alberto João Jardim ter dito publicamente que apoiaria a minha candidatura. (...) Esta indefinição continua de certo modo e eu quero que se trabalhe no sentido da convergência dos caminhos que vamos trilhar", acentuou.

Questionado sobre um eventual recuo de Jardim no apoio à sua candidatura, Santana Lopes frisou que não lhe cabe explicar "qualquer outra diferença de posição", adiantando que não voltou a falar com o presidente do governo regional depois do conselho nacional social-democrata, na quarta-feira.

"Sei que ouvi essa declaração de apoio por parte do dr. Alberto João Jardim. Não me cabe a mim explicar qualquer outra diferença de posição. Se houver algum outro assunto para tratar, eu reafirmo que tenho todo o empenho nesse trabalho conjunto em ouvir e em que ele me ouça", acrescentou.

Frisando que continua "determinado na candidatura", Santana Lopes justificou a resposta a Jardim dizendo que se trata de uma questão de consideração por "uma pessoa muito importante no partido" a que pertence.

"Faço esta declaração confirmando a candidatura, tendo a delicadeza de responder a uma pessoa que muito gosto e considero. Julgo que hoje me junto a outros que não sabia que eram tão adeptos do dr. Alberto João Jardim", disse.

Outras Notícias