A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Santana Lopes provável sucessor de Durão na chefia do Executivo

Santana Lopes é o nome proposto pelos dois partidos da coligação governamental ao Presidente da República, para assumir a chefia do Governo logo após a provável saída de Durão Barroso para a Comissão Europeia, apurou o Jornal de Negócios Online de fonte o

Sérgio Figueiredo 25 de Junho de 2004 às 18:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Santana Lopes é o nome proposto pelos dois partidos da coligação governamental ao Presidente da República, para assumir a chefia do Governo logo após a provável saída de Durão Barroso para a Comissão Europeia, apurou o Jornal de Negócios Online de fonte oficial da coligação PSD/PP.

O actual presidente da Câmara de Lisboa passa a integrar o Executivo, como vice-primeiro-ministro, até finais de Outubro, quando expira o mandato do actual Executivo de Bruxelas e Barroso substituir Romano Prodi na Presidência da Comissão Europeia.

O presidente em execício da União Europeia, o primeiro-ministro irlandês Bertie Ahern, comunicou a Durão Barroso ter reunido o consenso necessário junto dos seus homólogos europeus, para o primeiro-ministro português não se sujeitar a um veto – condição, aliás, imposta por Barroso para admitir uma candidatura.

Ontem, ainda antes de Jorge Sampaio se deslocar ao Estádio da Luz para assistir ao jogo Portugal – Inglaterra, o primeiro-ministro comunicou a sua intenção de trocar o Governo português pela presidência do Executivo comunitário. Mas, segundo Barroso, só o faria se o Presidente da República assumisse o compromisso de não dissolver a Assembleia da República e convocar eleições antecipadas.

Sampaio terá dado essa garantia ao primeiro-ministro. O CDS-PP, parceiro de coligação, não se opôs a este cenário, nem ao nome de Pedro Santana Lopes como sucessor de Barroso.

Uma fonte do Executivo disse ao Jornal de Negócios online admitiu que Durão Barroso reuna com os seus ministros para comunicar oficialmente a saída para Bruxelas.

Mais lidas
Outras Notícias