Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Schwarzenegger consegue aprovação para plano de recuperação financeira

A China vai deixar que a sua moeda, o yuan, aprecie até 10% contra o dólar para indexá-la a um cabaz de divisas até ao final do ano, segundo as previsões da Merrill Lynch.

Bernardo Meira bmeira@mediafin.pt 03 de Março de 2004 às 16:36
  • Partilhar artigo
  • ...

A Califórnia pretende vender cerca de 15 mil milhões de dólares (12,3 mil milhões euros) em obrigações antes de Junho, depois dos eleitores terem aprovado a proposta do Governador Arnold Schwarzenegger para financiar os défices orçamentais acumulados nos últimos anos e para reduzir a despesa no maior estado norte-americano.

Com 93,1% dos votos contados, cerca de 63% dos eleitores apoiaram a venda de obrigações e cerca de 71% concordam com as medidas de limitação da despesa, segundo o site oficial do Estado da Califórnia.

"São boas notícias para o Estado e para os detentores de obrigações", afirmou David Blair, analista de dívida da Nuveen Investments, na Califórnia.

As novas obrigações irão aliviar a tensão financeira da Califórnia e contribuir para fechar o próximo ano com um défice orçamental de 15 mil milhões de dólares (12,3 mil milhões de euros) em 2005, ano em que vencem 14 mil milhões de dólares (11,5 mil milhões de euros) de dívida no próximo mês de Junho.

Depois de Schwarzenegger ter divulgado que o Estado poderia ficar sem dinheiro, alguns investidores afirmaram que uma perda nas eleições poderia ter levado à quebra dos preços das obrigações e da notação financeira do Estado, actualmente no valor mais baixo entre todos os Estados dos EUA.

Outras Notícias