Política Se todos os partidos votarem de acordo com o programa, IVA da eletricidade baixa

Se todos os partidos votarem de acordo com o programa, IVA da eletricidade baixa

PSD, BE, CDU, PAN, IL, Livre e Chega previam a redução do IVA da energia nos programas eleitorais, ainda que nem todos definam a taxa. Juntos, somam 117 deputados, o suficiente para garantir uma maioria no Parlamento.
Se todos os partidos votarem de acordo com o programa, IVA da eletricidade baixa
Negócios 26 de novembro de 2019 às 09:04
Se todos os partidos que inscreveram a redução do IVA da eletricidade e do gás natural no programa eleitoral votarem de acordo com essa intenção, o imposto sobre este bem essencial poderá baixar já no próximo ano. É isso que defende a Deco, na campanha Bastam 6, que conta já com mais de 81 mil subscritores a exigirem a redução do IVA da energia para 6%.

O apelo é feito quando o tema volta a estar no centro da discussão política. Na semana passada, Catarina Martins afirmou, em entrevista à TSF, que "a energia é um bem essencial que deve ir para a taxa mínima, não só para as empresas, mas para toda a gente", antecipando a proposta que o Bloco de Esquerda deverá apresentar em breve. Também o PCP deverá voltar a apresentar uma proposta no mesmo sentido, tal como tem feito nos últimos anos, sem sucesso.

Contudo, desta vez, as propostas poderão passar, já que o PSD também entra na discussão. "Não falei com o Bloco de Esquerda nem com o PCP. Da nossa parte, iremos apresentar uma proposta consentânea com aquilo que foi a nossa proposta ao país, que é justamente essa redução. Não vamos cometer loucuras. Não vamos apresentar propostas daquilo que não é exequível, isso não faremos", disse Rui Rio, este sábado, à margem do II Congresso da Coesão Territorial, sem detalhar qual a redução que será proposta pelo partido que lidera.

Ora, segundo a recolha feita pela associação de defesa do consumidor, são sete os partidos que previam a redução do IVA da energia nos programas eleitorais, ainda que nem todos definam uma taxa de 6%: PSD, Bloco de Esquerda, CDU, PAN, Iniciativa Liberal, Livre e Chega. Juntos, estes partidos somam 117 deputados, o suficiente para garantir uma maioria no Parlamento e reduzir o imposto.

"Está na hora de taxar um serviço público essencial como tal. Mais do que nunca, exigimos a redução do IVA em todos os componentes da energia doméstica e para todos os consumidores", aponta a Deco no site da campanha.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI