Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Segurança Social em Espanha perde quase 200 mil inscritos em Janeiro

Excluindo os efeitos sazonais, o número de inscritos sobe em 12.613 o que, ainda assim, é um valor inferior ao registado em Janeiro de 2014, mês em que a segurança social recebeu 35 mil novas inscrições.

Negócios 03 de Fevereiro de 2015 às 12:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Em Janeiro, o número de inscritos na Segurança Social em Espanha caiu em 199.902 para um total de 16,57 milhões, segundo os dados divulgados esta terça-feira, 3 de Fevereiro. Os números mostram que, no país vizinho, foram destruídos mais postos de trabalho em Janeiro do que no mesmo mês do ano anterior.

 

Excluindo os efeitos sazonais, o número de inscritos sobe em 12.613 o que, ainda assim, é um valor inferior ao registado em Janeiro de 2014, mês em que a segurança social recebeu 35 mil novas inscrições.  

 

"A tendência de criação de emprego está a consolidar-se", defendeu Tomás Burgos, secretário de Estado da Segurança Social, citado pelo El País. "A afiliação livre de variações sazonais acumula ano e meio de criação de emprego e a taxa anual confirma a sua plena estabilidade: acumula 12 meses positivos", acrescentou.  

 

Seguindo a tendência dos meses de Janeiro, registou-se uma quebra generalizada em todos os sectores: o comércio (com menos 32 mil inscritos), hotelaria (menos 23.721), actividades administrativas e serviços auxiliares (menos 21.861), construção (menos 15.950) e indústria transformadora (menos 14.405).

 

Ver comentários
Saber mais secretário de Estado da Segurança Social trabalho salários e pensões
Mais lidas
Outras Notícias