Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Segurança Social gasta mais 64% com salários em atraso

No ano passado, o Fundo de Garantia Salarial gastou 164 milhões de euros, num aumento de 64% face ao ano anterior. O número de requerimentos tratados mais do que duplicou

  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A despesa da Segurança Social com o Fundo de Garantia Salarial foi de 164 milhões de euros no ano passado, num aumento de 64%.

 

Os dados sobre o Fundo de Garantia Salarial, criado para apoiar trabalhadores com salários e indemnizações em atraso, foram apresentados esta quarta-feira, 26 de Fevereiro, pelo ministro Pedro Mota Soares, na Comissão de Trabalho e Segurança Social, onde está a ser ouvido.

 

Mais tarde, o secretário de Estado da Segurança Social, Agostinho Branquinho, acrescentou que ao longo do ano passado foram tratados 44 mil requerimentos, número que mais do que duplicou face ao ano anterior, tendo crescido 145%.

 

Os dados são um reflexo do crescente recurso ao Fundo de Garantia Salarial mas indiciam também uma maior celeridade no tratamento dos processos, questão que não foi possível resolver em anos anteriores por falta de meios.

 

No ano passado, o Negócios noticiou que alguns pedidos chegam a demorar dois anos a ser tratados, com base na informação então divulgada pelo Provedor de Justiça.

Ver comentários
Saber mais Fundo de Garantia Salarial Segurança Social Pedro Mota Soares
Outras Notícias