Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Seguro quer "maioria absoluta" para governar com "estabilidade"

Regresso aos mercados financeiros deve ser encarado como “objectivo nacional”.

Negócios com Lusa 17 de Janeiro de 2013 às 14:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 40
  • ...

O secretário-geral do PS, António José Seguro, disse hoje ambicionar "uma maioria absoluta" para governar, apontando a necessidade de "estabilidade para executar as propostas" que tem para o país.

 

"Eu ambiciono uma maioria absoluta porque só com uma maioria absoluta é que eu terei estabilidade para executar a proposta que proponho aos portugueses", disse, no programa "Opinião Pública" da Sic Notícias, acrescentando não confundir "maioria absoluta com poder absoluto".

 

António José Seguro considerou ainda "impossível governar" o país, "em particular no momento em que está", sem "um diálogo permanente, consensos e concertação social", mesmo "com maioria absoluta".

 

Sobre o que faria diferente, avisou que a “situação é difícil, não há soluções fáceis nem mágicas, mas temos alternativas”, dentro do “rigor orçamental, mas com prioridade no crescimento”. “Eu sei que muita gente faz uma política do bota-abaixo, mas o tempo não está para aventuras”.

 

Sobre a prioridade do Governo de reconquistar o acesso aos mercados financeiros, que permitirá dispensar mais empréstimos da troika, Seguro disse que tal deve ser encarado como um “objectivo nacional”.

 

Ver comentários
Saber mais Seguro governo eleições mercados
Outras Notícias