Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Seguro acusa Passos de "não querer lutar para diminuir os sacrifícios dos portugueses"

António José Seguro acusou o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, de "não quer lutar para diminuir os sacrifícios dos portugueses" ao rejeitar lutar pela mutualização da dívida dos países da Zona Euro.

Bruno Simão/Negócios
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 07 de Abril de 2014 às 13:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 85
  • ...

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, "não quer lutar para diminuir os sacrifícios dos portugueses". "Devemos discutir a questão da dívida sem tabus, nem preconceitos”, defendeu António José Seguro esta segunda-feira,7 de Abril, à margem de uma visita ao hospital Infante D. Pedro, acrescentando que esperava que Pedro Passos Coelho "lutasse pela concretização" da mutualização da dívida, já que este instrumento "poderia ajudar a aliviar os sacrifícios de muitos portugueses".

 

António José Seguro comentou, novamente, a proposta de Pedro Passos Coelho de discutir em Concertação Social um aumento do salário mínimo, afirmando apenas que espera que o "primeiro-ministro passe da palavra à prática e convoque uma reunião da concertação social". O líder socialista pediu ainda ao primeiro-ministro que "esclareça quais as contrapartidas" que espera por parte dos parceiros sociais.

 

Recorde-se que este fim-de-semana, o Executivo admitiu discutir em sede de Concertação Social uma melhoria do salário mínimo nacional. Pedro Passos Coelho destacou que está disponível para fazer concessões mas que espera o mesmo dos parceiros sociais.  

 

De visita ao hospital Infante D. Pedro, em Aveiro, Seguro alertou, mais uma vez, para "situações de ruptura" que se vivem em alguns hospitais do País e sublinhou que "é importante continuar a financiar o sistema nacional de saúde". "Com a saúde dos portugueses não se brinca. É preciso haver um investimento sério [no sector da saúde], dentro das condições que o País atravessa", defendeu António José Seguro.     

 

(Notícia actualizada às 13h19) 

Ver comentários
Saber mais Pedro Passos Coelho António José Seguro
Outras Notícias