Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sete gráficos sobre o comércio do aço que Trump quer mudar

Desde que Trump anunciou a sua intenção em cobrar tarifas aduaneiras sobre a importação de aço, o fantasma de uma vaga proteccionista ensombrou todo o mundo. Em sete gráficos, compreenda quem dá cartas no sector do aço e quem depende de quem num negócio à escala planetária que move milhões.

Produção mundial de aço

Produção mundial de aço
Da China vem nada mais, nada menos do que metade da produção mundial de aço. Segue-se a União Europeia, o Japão e a Índia. Só depois aparecem os EUA, com uma quota de 5%.

Importações de aço

Importações de aço
A dependência dos Estados Unidos face ao aço aumentou muito, tendo estabilizado nos anos mais recentes. Em 2017, as importações alimentavam 33% do consumo de aço no país.

Maiores fornecedores

Maiores fornecedores
O Canadá é, de longe, o principal fornecedor de aço dos Estados Unidos. Mas juntando todos os países da União Europeia, esta iguala a importância do Canadá. A Alemanha dá o maior contributo.

Maiores produtores dos EUA

Maiores produtores dos EUA
Estas são as empresas que vão beneficiar de forma directa da imposição de tarifas alfandegárias sobre as importações de aço para os Estados Unidos. A maior é a Nucor Corporation que sozinha produz 22 milhões de toneladas de aço.

Procura mundial

Procura mundial
Metade do aço produzido é utilizado em construção e infra-estruturas, segundo a Associação Mundial de Aço e o Departamento de Comércio dos Estados Unidos. Em segundo lugar, e a grande distância, surge o equipamento mecânico, os automóveis e os produtos de metal.

Maiores exportadores

Maiores exportadores
A China é, de longe, o maior exportador. Sozinho, o gigante asiático exporta qualquer coisa como 106 milhões de toneladas de aço, mas só uma pequeníssima parte vai para os Estados Unidos. Japão, Rússia e Coreia do Sul surgem a seguir e só depois, em quinto lugar, a Alemanha.

Maiores importadores

Maiores importadores
Os Estados Unidos são os maiores importadores do mundo, tendo comprado ao estrangeiro em 2016 30,1 milhões de toneladas de aço. A Alemanha e a Coreia do Sul, apesar de serem grandes exportadores, também sentem necessidade de importar e surgem em segundo e terceiro lugar neste ranking.
Negócios 18 de Março de 2018 às 13:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
Ver comentários
Saber mais sete gráficos comércio aço trump
Outras Notícias