Economia Sete números para avaliar o impacto do ‘lockdown’ na economia chinesa

Sete números para avaliar o impacto do ‘lockdown’ na economia chinesa

Depois de dois meses de bloqueio, a economia chinesa tenta voltar à normalidade. Com um primeiro trimestre perdido, resta saber se a China vai conseguir aguentar o embate. E qual será a verdadeira dimensão dos estragos - no país e no mundo. Veja a variação de sete indicadores.
Sete números para avaliar o impacto do ‘lockdown’ na economia chinesa
Reuters
Susana Paula 26 de março de 2020 às 09:36
-13,5%
Produção industrial

A produção industrial caiu 13,5% nos dois primeiros meses em termos homólogos. Esta foi a maior queda desde 1990 (início da série da Reuters) e uma forte inversão face à subida de 6,9% em Dezembro. Os analistas esperavam subida uma de 1,5%.
________________________


-17,2%
Exportações

As exportações de bens da China caíram 17,2% em Janeiro e Fevereiro deste ano, em relação ao mesmo período de 2019. A queda foi além do esperado da média de estimativas da Reuters e compara com uma subida de 7,9% em Dezembro.
________________________


-4%
Importações

As importações afundaram 4% em Janeiro e Fevereiro face ao ano anterior, mas a queda acabou por ser inferior ao esperado, que era 15%. As importações tinham disparado 16,5% em dezembro, em parte devido ao acordo comercial com os EUA.
________________________


-24,5%
Investimento

O investimento em ativos fixos diminuiu 24,5% em Janeiro e Fevereiro, face ao mesmo período do ano anterior. Os analistas esperavam uma subida de 2,8% em termos homólogos, mas não só isso não aconteceu, como a queda foi fortíssima.
________________________

-20,5%
Vendas a retalho

As vendas a retalho encolheram 20,5% em Janeiro-Fevereiro em termos homólogos, acima dos -0,8% esperados. Em dezembro, estas vendas terem subiram 8% em antecipação de encerramento dos espaços públicos por causa do vírus.
________________________

-10%
Contração do PIB

Os analistas apontam para uma redução entre 4% e 11% do PIB chinês no primeiro trimestre deste ano. No entanto, continuam a esperar que no conjunto de 2020 a economia da China consiga crescer, mas muito menos do que o esperado inicialmente.
________________________

6,3%
Desemprego

A taxa de desemprego subiu de 5,2% em dezembro (o anterior último dado disponível) para 6,2% em fevereiro um máximo desde 2016. Em novembro de 2018, a taxa de desemprego registada era de 4.8%, um mínimo da série.





Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI