Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Silva Lopes considera impensável e demagógico descer imposto

O economista Silva Lopes considera impensável uma redução da carga fiscal em Portugal. Num documento que serviu de base ao seminário ontem promovido pela Presidência da República, o antigo ministro das Finanças classifica de “demagogia política” as promes

Negócios 07 de Janeiro de 2004 às 08:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O economista Silva Lopes considera impensável uma redução da carga fiscal em Portugal. Num documento que serviu de base ao seminário ontem promovido pela Presidência da República, o antigo ministro das Finanças classifica de "demagogia política" as promessas do Governo de novos cortes nas taxas de IRC e IRS.

"Demagogia política ou então implicaria cortes indesejáveis na política social em serviços essenciais prestados pelo Estado", refere o documento a que o Jornal de Negócios teve acesso.

É que apesar da disciplina orçamental seguida, não é expectável uma redução significativa da despesa pública, pelo que o Estado não poderá abdicar de um só euro em receitas fiscais. De resto, o antigo governador do Banco de Portugal não poupa críticas à redução para 25% da taxa de IRC, que deverá beneficiar essencialmente as empresas cotadas em bolsa.

Silva Lopes defende ainda a redução do peso dos benefícios fiscais. "Poucas transformações serão tão necessárias no sistema fiscal português como a redução dos benefícios fiscais", sublinha o economista.

Outras Notícias