Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Simulador: Saiba qual o corte na sua pensão com as alterações na CES

Governo preparou um simulador para que os pensionistas calculem qual vai ser o corte na sua pensão. Tal como foi ontem aprovado em Conselho de Ministros, os cortes passam a incidir nas pensões acima de mil euros e os reformados com pensões brutas entre 1.350 e 4.611 euros não serão afectados pela revisão das regras da Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES).

Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 10 de Janeiro de 2014 às 11:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 55
  • ...

Tal como a ministro das Finanças tinha prometido na quinta-feira, o Governo publicou no seu site um simulador para que os pensionistas possam calcular qual será o corte da sua pensão, com a revisão das regras da Contribuição Extraordinária de Solidariedade (CES), que foram aprovadas em Conselho de Ministros.

 

O simulador está disponível aqui e para o utilizar, basta inserir o valor da pensão mensal. Em resultado fica a saber qual o novo valor da pensão, tendo já em conta os cortes aprovados pelo Governo e que deverão entrar em vigor em Abril.

 

A nova proposta do Governo passa por aplicar a CES às pensões acima dos 1.000 euros, com as taxas a começarem nos 3,5%, para pensões superiores a 1.000 euros brutos, e a chegarem a 10% para quem ganha 3.750 euros. Até aqui, a contribuição extraordinária de solidariedade (CES) só afectava pensionistas que recebessem um valor total bruto acima dos 1.350 euros.

 

Tal como o Negócios noticia hoje e o simulador do Governo confirma, os reformados com pensões brutas entre 1.350 e 4.611 euros não serão afectados pela revisão das regras da CES.

As chamadas pensões milionárias terão cortes inferiores às de mil euros, como se pode concluir na tabela em baixo elaborada pelo Negócios  com base nos dados fornecidos na conferência de imprensa do Conselho de Ministros.

 

Governo justifica cortes

 

Depois da simulação, o utilizar que use o simulador do Governo é convidado a saber porque as pensões estão a ser cortadas. O Governo mostra uma infografia com vários números e razões, entre elas o facto de Portugal ser o terceiro país da União Europeia que mais gasta com pensões e que sem mudanças, o sistema fica “insustentável”.

 

 

Acrescenta também que em cada mil pensionistas, apenas 8 vão sofrer reduções.

Além deste explicativo, o simulador apresenta vários “Sabia que”, onde o Governo lembra, entre outros temas, que as subvenções dos políticos também foram cortadas e que “apenas 12,5% das pensões serão afectadas pela CES”.        

 

Está também disponível uma área de perguntas e respostas sobre os cortes nas pensões

 

Pensões muito elevadas pagam todas o mesmo valor adicional

 

Para quem recebe acima de 4.611 euros em pensões, os descontos por via da CES voltam a aumentar.

 

O cálculo é feito através de uma fórmula composta que inclui taxas especificas que passarão a aplicar-se a rendimentos mais baixos.

 

Assim, além do corte de 10% a que estão sujeitas as pensões mais altas, aplicam-se outros dois descontos, cumulativos. O primeiro, taxa em 15% o valor da pensão que ultrapasse 4.611 euros (o equivalente a 11 vezes o indexante de apoios sociais) mas que não supere 7.127 euros (17 vezes o IAS). O segundo, corta 40% do valor da pensão que exceda esses 7.126 euros.

 

A contribuição extraordinária de solidariedade é muito progressiva, e as taxas a aplicar às pensões serão tanto mais altas quanto mais elevadas forem as pensões.

 

No entanto, se analisarmos os dados em termos absolutos concluímos que um pensionista que receba uma pensão de 5.100 euros só vai pagar mais 63 euros por mês, tal como o pensionista que recebe 7.100 euros.

 

Por outro lado, um pensionista que receba 7.600 euros vai pagar mais 168 euros por mês. Se a pensão for de 10 mil euros ou de 50 mil euros o acréscimo exigido pela nova medida é exactamente o mesmo, de 168 euros por mês.

 

Em baixo está tabela elaborada pelo Negócios com vários exemplos de impacto no corte das pensões:

 

 

Ver comentários
Saber mais Contribuição Extraordinária de Solidariedade Conselho de Ministros simulador CES
Outras Notícias