Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sócrates destaca importância do Magalhães nos resultados educativos em Portugal

O primeiro-ministro destacou hoje as consequências da introdução de tecnologias na melhoria dos resultados educativos em Portugal, através do computador Magalhães.

Lusa 04 de Dezembro de 2010 às 18:19
  • Partilhar artigo
  • 16
  • ...
O primeiro-ministro destacou hoje as consequências da introdução de tecnologias na melhoria dos resultados educativos em Portugal, através do computador Magalhães, e congratulou-se com a aprovação da cláusula democrática para os países ibero-americanos.

As posições de José Sócrates foram assumidas na sessão plenária de chefes de Estado e de Governo ibero-americanos, no último dia da cimeira de Mar del Plata, na Argentina.

No seu discurso, o primeiro-ministro começou por considerar que a comunidade ibero-americana alcançou em Mar del Plata um compromisso histórico ao adotar a “cláusula democrática” como regra de base para o seu funcionamento.

Esta cláusula prevê sanções a qualquer país da comunidade ibero-americana, no caso de ruptura da ordem constitucional em qualquer país da comunidade ibero-americana. Podem ser adoptadas uma série de medidas, que vão desde sanções diplomáticas, até à suspensão do direito do Estado em participar nos órgãos da comunidade.

Depois, a intervenção de José Sócrates foi dedicada aos pontos referentes à introdução de tecnologias de informação nas escolas e à necessidade de uma maior cooperação científica entre os países ibero-americanos, através do envolvimento das universidades.

“A educação em Portugal transformou-se com a adopção de um plano tecnológico. Nós hoje temos um dos rácios mais elevados do mundo em termos alunos por computador, temos uma das sociedades educativas que mais utiliza os computadores e todas as nossas escolas estão ligadas por banda larga de alta velocidade”, frisou.

Segundo José Sócrates, a face mais visível deste processo que ocorreu em Portugal “foi o computador Magalhães”.

“Mas quero assegurar que este plano tecnológico para a educação que fizemos nos últimos cinco anos melhorou a aprendizagem, aumentou o nível de satisfação dos alunos na sala de aula, mudou a relação entre aluno e professor, mudou a gestão da escola e contribuiu para um significativo aumento da informatização na nossa sociedade. Muitos computadores entraram pela primeira vez em casa de cidadãos vindos das crianças”, salientou o primeiro-ministro.

Ver comentários
Saber mais Sócrates Magalhães
Outras Notícias