Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sócrates quer política comum de combate ao terrorismo

  O primeiro-ministro, José Sócrates, classificou os acontecimentos de hoje de manhã em Londres como «actos criminosos» que merecem «o vivo repúdio e mais firme condenação». Sócrates defendeu que «a ameaça terrorista é global e deve ter uma resposta globa

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O primeiro-ministro, José Sócrates, classificou os acontecimentos de hoje de manhã em Londres como «actos criminosos» que merecem «o vivo repúdio e mais firme condenação». Sócrates defendeu que «a ameaça terrorista é global e deve ter uma resposta global».

«Se alguma dúvida ainda existe sobre as prioridades da Europa este dramático atentado obriga mais do que nunca a que os 25 países se mantenham unidos, coesos e fortes na construção de uma política comum de segurança e de combate ao terrorismo à escala europeia internacional», defendeu José Sócrates, que aproveitou a sua intervenção no debate sobre o Estado da Nação para reagir aos atentados em Londres.

O chefe do Executivo acrescentou que «as democracias não temem e não cedem ao terrorismo».

O líder do PSD, Marques Mendes, também condenou de forma «firme» os acontecimentos, deixando uma palavra de «solidariedade às vítimas e ao povo britânico». Marques Mendes acrescentou que «os democratas hão-de vencer o terrorismo».

Outras Notícias