Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Solbes diz CE preparada para activar procedimento contra défice português de 2001

Pedro Solbes, o Comissário Europeu para os Assuntos Monetários, disse hoje que o défice orçamental português em 2001 deve ser superior a 3% e a Comissão Europeia vai activar os procedimentos de défices excessivos.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 09 de Julho de 2002 às 08:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Pedro Solbes, o Comissário Europeu para os Assuntos Monetários, disse hoje que o défice orçamental português em 2001 deve ser superior a 3% e a Comissão Europeia vai activar os procedimentos de défices excessivos.

Comentando a situação orçamental de vários países da União Europeia, Solbes acerca de Portugal referiu que «tanto quanto sabemos o valor oficial está acima dos 3% e a Comissão Europeia vai activar o procedimento de défice excessivo».

Durão Barroso revelou no mês passado que segundo os cálculos preliminares do Banco Central Europeu (BCE) o défice orçamental português ascendeu a 3,9% do PIB em 2001.

O Governo português criou uma comissão em conjunto com o Banco de Portugal e o INE para apurar o verdadeiro valor do défice de 2001.

Caso este fique acima dos 3%, o limite máximo inscrito no Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC), Portugal arrisca-se a ter um procedimento por parte de Bruxelas.

Solbes criticou ainda a situação orçamental em França e na Itália, mas admitiu a possibilidade de os défices se ajustarem ao ciclo económico.

«Se a situação económica for melhor ou pior, os valores nominais tem de ser interpretados. Cada vez mais estamos a pedir aos países membros para porem nos seus programas o défices ajustados ao ciclo económico», disse Solbes, citado pela agência Bloomberg.

Portugal já conseguiu que não lhe seja exigido um défice zero em 2004, mas uma situação próxima do equilíbrio orçamental.

Para este ano o Governo português espera um défice orçamental de 2,8% do PIB, tendo para isso de aumentar os impostos e cortar despesas.

Outras Notícias