Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Solbes diz receitas extraordinárias podem colocar défice da Itália em risco

A Itália não pode continuar a contar com receitas extraordinárias para reduzir o seu défice orçamental ou arrisca superar o limite imposto pelo PEC de 3% do PIB, afirmou Pedro Solbes em entrevista ao «Il Sole/24 Ore».

Negócios negocios@negocios.pt 19 de Novembro de 2002 às 09:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Itália não pode continuar a contar com receitas extraordinárias para reduzir o seu défice orçamental ou arrisca superar o limite imposto pelo Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC) de 3% do PIB, afirmou Pedro Solbes em entrevista ao «Il Sole/24 Ore».

A situação da Itália «é preocupante», afirmou o comissário europeu para os Assuntos Monetários em entrevista ao diário italiano, acrescentando que o país «não pode continuar a depender de medidas extraordinárias» de arrecadação de receitas.

Portugal espera atingir um défice orçamental de 2,8% do PIB este ano, também assente na expectativa de receitas extraordinárias, como a venda da rede fixa e a alienação de imóveis do Estado.

O Banco de Portugal revelou ontem no Boletim Económico de Setembro que Lisboa corre o risco de não cumprir a actual meta, devido às entradas de dinheiro abaixo do esperado nos cofres do Estado.

Sem efectuar cortes na despesa, o défice da Itália ficará «perigosamente perto» do limite de 3% do PIB em 2004, disse Solbes.

Pedro Solbes deverá abrir hoje uma investigação às contas públicas da Alemanha, o que poderá conduzir a multas, se a aquele país superar o tecto para o défice orçamental.

Ver comentários
Outras Notícias