Europa Sondagem aponta para maioria absoluta de Boris Johnson para concluir Brexit

Sondagem aponta para maioria absoluta de Boris Johnson para concluir Brexit

A última sondagem da plataforma YouGov dá uma vitória expressiva ao líder do Partido Conservador, o que lhe permitirá concluir a saída do Reino Unido da União Europeia.
Sondagem aponta para maioria absoluta de Boris Johnson para concluir Brexit
Reuters
Tiago Varzim 28 de novembro de 2019 às 07:59
O Partido Conservador surge em primeiro lugar na sondagem da plataforma YouGov divulgada esta quinta-feira, 28 de novembro, com 43% das intenções de voto, o que dá uma maioria a Boris Johnson para concluir o Brexit. As eleições britânicas realizam-se a 12 de dezembro.

Esta sondagem - que segundo a Bloomberg usa uma técnica que previu melhor os resultados da eleição de 2017 do que as sondagens padrão - dá 359 deputados aos conservadores, o que se traduz numa maioria de 68 deputados no Parlamento, mais 42 deputados que na última eleição encabeçada por Theresa May.

A concretizar-se, esta será a maioria mais expressiva do Partido Conservador em mais de três décadas, sendo necessário recuar até à terceira eleição de Margaret Thatcher em 1987 para encontrar um resultado melhor.

Esta maioria deverá permitir também que o primeiro-ministro britânico cumpra a sua atual promessa de aprovar o acordo entre Londres e Bruxelas no Parlamento britânico até 31 de janeiro de 2020 de forma a que o Reino Unido abandone a União Europeia nesse dia, tal como prevê o último acordo de adiamento do Brexit. 

A sondagem dá ainda 32% ao Partido Trabalhista de Jeremy Corbyn com a eleição de 211 deputados (seria o pior resultado desde 1983) - o que implica uma perda de 51 deputados -, 3% (43 deputados) ao Partido Nacional Escocês (SNP) e 14% (13 deputados) aos liberais democratas.

Entre os partidos mais pequenos, o Brexit Party de Nigel Farage não deverá conseguir eleger nenhum deputado, os Verdes britânicos deverão garantir um deputado e o Partido do País de Gales manterá os seus quatro deputados.

Em reação a esta sondagem, a libra está a subir para máximos de uma semana, mantendo a tendência de subida com a especulação de que os conservadores vão conseguir uma maioria confortável nas eleições daqui a duas semanas. Este resultado poderá contribuir para reduzir a incerteza à volta do processo do Brexit.

A sondagem inclui 100 mil pessoas e foi realizada entre 19 e 26 de novembro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI