Eleições Sondagem: Macron reforça vantagem sobre Le Pen

Sondagem: Macron reforça vantagem sobre Le Pen

Emmanuel Macron reforçou a sua vantagem sobre Marine Le Pen na última sondagem, a quatro dias da segunda volta das eleições presidenciais em França.
Sondagem: Macron reforça vantagem sobre Le Pen
Lusa 03 de maio de 2017 às 13:01
O candidato centrista às presidenciais francesas, Emmanuel Macron, reforçou a vantagem sobre a adversária da extrema-direita, Marine Le Pen, com 59% e 41%, respectivamente, segundo uma sondagem divulgada esta quarta-feira, 3 de Maio, a quatro dias da segunda volta.

Embora tenha perdido um ponto percentual relativamente à sondagem anterior do instituto Ipsos Sopra-Steria, Macron teve um aumento da proporção daqueles que, manifestando a intenção de votar nele, afirmam ter a certeza de que não vão mudar de opinião: 91%.

Entre os que afirmam que vão votar Le Pen, 88% dizem-se certos de que não mudam de opinião até domingo.

Seis em cada dez eleitores que tencionam votar em Macron vão fazê-lo "por defeito" e não por apreciarem as suas ideias ou propostas.

No caso de Le Pen, 6 em cada 10 eleitores dizem votar nela por convicção.

O estudo, realizado por internet a 30 de Abril e 1 de Maio junto de 13.742 pessoas, precisa que o eleitorado de um e outro candidato está claramente diferenciado.

O eleitorado de Macron é predominantemente feminino (62% das mulheres dizem que vão votar Macron) e estudantil (70%), mas também mais velho (65% dos maiores de 65 anos) e residente em cidades com mais de 200 mil habitantes (64%).

Le Pen, por seu lado, obtém as maiores percentagens entre os homens (44%), agricultores (48%), profissionais independentes (45%), operários (58%), desempregados (52%) e católicos (46%). Os eleitores da candidata da extrema-direita são por outro lado maioritariamente residentes no meio rural (45%) e em localidades com menos de 100.000 habitantes.

O estudo avalia o índice de participação na segunda volta em 76%, mais quatro pontos percentuais que na anterior sondagem, realizada a 16 e 17 de Abril.

Os mais determinados a votar são os eleitores que na primeira volta votaram Le Pen (87%) e Macron (88%), seguidos pelos do candidato da direita, François Fillon (76%), do socialista Benoit Hamon (73%) e do candidato da esquerda, Jean-Luc Mélenchon (66%).



Marketing Automation certified by E-GOI