Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sondagem dá maioria absoluta ao centro-direita alemão

Em comparação com uma sondagem realizada na semana anterior, a CDU/CSU da chanceler Angela Merkel caiu um ponto percentual, para 36%, mas em contrapartida o FDP melhorou um ponto, subindo para 14%.

Negócios com Lusa 02 de Setembro de 2009 às 10:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A três semanas e meia das legislativas alemãs, democratas-cristãos (CDU/CSU) e Liberais (FDP), que pretendem aliar-se no futuro governo, obteriam maioria absoluta, segundo uma sondagem do Instituto Forsa para o magazine Stern e a televisão TRL.

Em comparação com uma sondagem realizada na semana anterior, a CDU/CSU da chanceler Angela Merkel caiu um ponto percentual, para 36%, mas em contrapartida o FDP melhorou um ponto, subindo para 14%.

Em conjunto, o centro-direita tem assim 50% das intenções de voto, o que daria uma folgada maioria absoluta no Parlamento Federal (Bundestag), nas eleições marcadas para 27 de Setembro. Já na fase quente da campanha eleitoral, os sociais-democratas do SPD e o seu candidato a chanceler, o actual ministro dos Negócios Estrangeiros Frank-Walter Steinmeier, mantinham-se na casa dos 22%, na sondagem do Forsa.

Os Verdes obtiveram de novo 12% e o Die Linke (Partido de Esquerda) 10%, o que significa que o resultado dos três partidos de esquerda não vai além dos 44%, o que não bastaria para impedir um governo maioritário de democratas-cristãos e liberais.

Nas preferências para chanceler, Angela Merkel surge com quase 40 pontos de vantagem sobre Steinmeier. Se os alemães pudessem eleger directamente o chefe do governo, a chefe dos democratas-cristãos recolheria 57% dos votos, contra 18% do político social-democrata, apurou o Forsa.

Em contrapartida, 58% preferiam que Steinmeier continuasse a ser ministro dos Negócios Estrangeiros, e só 19% dão a primazia a Guido Westerwelle, presidente dos Liberais, que numa eventual coligação poderá ocupar esta pasta. A sondagem sobre a votação nos partidos e as preferências para chanceler foi realizada entre 2.502 eleitores representativamente escolhidos, no princípio desta semana.
Ver comentários
Outras Notícias