Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sondagem: Sócrates foi sincero mas subsistem dúvidas

José Sócrates foi sincero durante a entrevista que concedeu, na semana passada à RTP 1, mas os portugueses consideram que os esclarecimentos que prestou foram insuficientes.

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Abril de 2007 às 10:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

José Sócrates foi sincero durante a entrevista que concedeu, na semana passada à RTP 1, mas os portugueses consideram que os esclarecimentos que prestou foram insuficientes.

Esta é a avaliação sobre o desempenho do primeiro-ministro, nas explicações acerca do seu percurso académico, que resulta de uma sondagem efectuada pela Aximage para o Jornal de Negócios.

De acordo com o estudo, os inquiridos que se limitaram a assistir à entrevista ficaram mais convencidos com as palavras de Sócrates, já que 58,5% considerou que os esclarecimentos foram suficientes. Mas entre quem viu, também, os comentários posteriores, cresce para 46,4% o número daqueles que são da opinião que as explicações do chefe do Governo não foram suficientes, enquanto os que se deram por satisfeitos baixam para 41,1%.

Quanto à sinceridade de José Sócrates nas respostas que forneceu durante a entrevista, parece ter resistido quer entre os que viram apenas a entrevista, como entre os que assistiram a esta e aos comentários ou apenas a estes, com 58,1%, 47,7% e 40,2%, respectivamente, a considerarem que o primeiro-ministro "foi sincero".

Mais peremptórios são os portugueses quanto à questão de saber se o percurso académico de José Sócrates está a ser manipulado com objectivos políticos. Uma larga maioria considera que sim, atingindo 72,1% entre as pessoas inquiridas que viram a entrevista e os comentários e 77,1% no universo dos que apenas assistiram aos comentários. À luz dos dados totais , Sócrates parece ter passado o teste.

Outras Notícias