Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Subsídios de desemprego estão em atraso

O pagamento dos subsídios de desemprego de Março está em atraso. Uma situação que afecta cerca de 360 mil pessoas e que o Ministério do Trabalho atribui a um problema informático. Para a CGTP, porém, este é o resultado da saída em massa dos trabalhadores de vários serviços para a reforma.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O pagamento dos subsídios de desemprego de Março está em atraso. Uma situação que afecta cerca de 360 mil pessoas e que o Ministério do Trabalho atribui a um problema informático. Para a CGTP, porém, este é o resultado da saída em massa dos trabalhadores de vários serviços para a reforma.

A informação é hoje avançada pelo Diário de Notícias. O Governo refere que o problema informático gerou “um atraso de um dia” no processamento de subsídios, mas que está a traduzir-se em vários, “atendendo aos procedimentos necessários para as transferências bancárias”. Os beneficiários só deverão receber o dinheiro hoje ou amanhã.

O gabinete da ministra do Trabalho Helena André refere que os subsídios não têm data para ser pagos, mas reconhece que é feito um esforço para pagar sempre no mesmo dia. O Diário de Notícias refere que, habitualmente, os pagamentos são feitos no dia 12 de cada mês.

Para Maria do Carmo Tavares, da CGTP, esta é uma das consequências da “saída em massa” de funcionários para a reforma, que afecta a capacidade de resposta dos serviços.

O Instituto da Segurança Social tem hoje 11460 funcionários, tendo perdido um quarto dos trabalhadores desde 2005, revela hoje o Negócios. Este ano, o ISS enfrenta uma “perda potencial” de 1286 funcionários que saíram para a reforma.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias