Mundo Taxa de emprego na OCDE fecha 2017 em máximo histórico

Taxa de emprego na OCDE fecha 2017 em máximo histórico

A taxa de emprego nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) atingiu um máximo histórico de 68% no quarto trimestre de 2017.
Taxa de emprego na OCDE fecha 2017 em máximo histórico
Bloomberg
Pedro Curvelo 16 de abril de 2018 às 12:58

No final do ano passado, a OCDE registava 563,14 milhões de pessoas com emprego, mais 1,84 milhões do que no trimestre anterior. A taxa de emprego subiu duas décimas.

Entre os países da OCDE, as maiores taxas de emprego no quarto trimestre pertenciam à Islândia (85,8%), Suíça (80%) e Nova Zelândia (77,4%). No extremo oposto encontravam-se a Turquia (52,3%) e a Grécia (53,8%). Em Portugal a taxa de emprego cifrava-se em 60,9%.

Na Zona Euro, a taxa de emprego avançou três décimas face ao trimestre anterior, para os 66,8%.

Nos EUA, este indicador subiu uma décima, para 70,3%, enquanto no Japão aumentou três décimas, para 75,7%.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo Há 1 semana

Claro que a taxa de emprego é cada vez maior na OCDE: bebés não nascem como antigamente, as crianças são cada vez menos e os idosos reformam-se cada vez mais tarde. Já a taxa de participação no mercado trabalho é no geral cada vez mais baixa e mais baixa será quando os donos disto tudo, vulgo sindicatos, deixarem aplicar a automação que inovadores, empreendedores e investidores criaram ou ajudaram a criar.

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Claro que a taxa de emprego é cada vez maior na OCDE: bebés não nascem como antigamente, as crianças são cada vez menos e os idosos reformam-se cada vez mais tarde. Já a taxa de participação no mercado trabalho é no geral cada vez mais baixa e mais baixa será quando os donos disto tudo, vulgo sindicatos, deixarem aplicar a automação que inovadores, empreendedores e investidores criaram ou ajudaram a criar.

Mr.Tuga Há 1 semana

Garaças ao Toine Bosta, xuxas e geringonceiros, claro!