Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Taxa de desemprego nos EUA atinge máximo de dois anos em Junho (act.)

A taxa de desemprego dos Estados Unidos (EUA) aumentou para os 4,5% em Junho, depois de situar-se nos 4,4% no mês anterior, atingindo o nível mais elevado desde Março de 1998, anunciou hoje o Governo norte-americano.

João Mata 06 de Julho de 2001 às 13:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A taxa de desemprego dos Estados Unidos (EUA) aumentou para os 4,5% em Junho, depois de situar-se nos 4,4% no mês anterior, atingindo o nível mais elevado desde Março de 1998, anunciou hoje o Governo norte-americano.

No mês de Junho, o número de norte-americanos cresceu em 114 mil, números que contrariam a tendência verificada no mês anterior, em que o total de pessoas empregadas aumentou em cerca de oito mil.

O aumento do número de desempregados foi superior ao estimado pelos analistas, que aguardavam que o total de pessoas sem trabalho registasse uma progressão na ordem dos 50 mil face a Maio.

O sector da indústria manufactureira foi o principal responsável pela evolução registada em Junho, ao apresentar uma redução de 113 mil trabalhadores relativamente ao mês anterior.

O número de trabalhadores disponíveis nos EUA, que agrega os desempregados que pretendem trabalhar, aumentou para os 11 milhões em junho, acima dos 10,7 milhões registados em Maio.

O crescimento da taxa de desemprego verificado em Junho contraria dados avançados nas últimas semanas que apontaram no sentido de que a maior economia mundial poderia recuperar antes do previsto.

Desde o início deste ano, a Reserva Federal (FED) baixou a sua taxa directora num total de 275 pontos base, para os actuais 3,75%, na tentativa de estimular a economia dos EUA, impulsionando o consumo e o investimento através da diminuição dos encargos decorrentes da contracção de financiamentos.

Outras Notícias