Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Telecomunicações e vestuário levam inflação na Zona Euro a recuar para 1,4% em Dezembro

O crescimento dos preços na Zona Euro recuou para 1,4% em Dezembro, tal como era esperado, revelou o Eurostat.

Rita Faria afaria@negocios.pt 17 de Janeiro de 2018 às 10:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A taxa de inflação na Zona Euro recuou de 1,5%, em Novembro, para 1,4%, em Dezembro, confirmou o Eurostat esta quarta-feira, 17 de Janeiro, na segunda leitura para este indicador.

Ainda que o crescimento dos preços tenha desacelerado no final do ano, a taxa de inflação supera o valor registado no período homólogo (1,1%, em Dezembro de 2016).

De acordo com o gabinete estatístico da União Europeia, no bloco regional a subida dos preços abrandou de 1,8%, em Novembro, para 1,7%, em Dezembro.

No que diz respeito à área da moeda única, os preços foram impulsionados sobretudo pelos combustíveis, tabaco e lacticínios, enquanto as telecomunicações e o vestuário travaram uma maior subida.

Entre os 28 membros da União Europeia, as taxas de inflação mais baixas foram registadas em Chipre (-0,4%), Irlanda e Finlândia (0,5%) e as mais altas na Lituânia e Estónia (3,8%) e no Reino Unido (3%).

Em Portugal, a inflação superou a média dos parceiros do euro, fixando-se em 1,6%.

Apesar da forte subida das cotações do petróleo e da sólida recuperação económica na Zona Euro, o crescimento dos preços na região da moeda única tem sido persistentemente lento, mantendo-se abaixo da meta de 2% fixada pelo banco central.

Na próxima semana, a 25 de Janeiro, decorrerá mais uma reunião de política monetária do banco central mas, segundo o seu vice-presidente, não deverá haver mudanças na comunicação ao mercado, ao contrário do que sugeriram os relatos do encontro de Dezembro. 

Ver comentários
Saber mais preços taxa de inflação Zona Euro
Outras Notícias