Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesouro norte-americano tenta travar execuções hipotecárias

A Administração Obama quer ajudar nove milhões de pessoas a reestruturarem ou refinanciarem os seus empréstimos à habitação, de forma a evitarem execuções hipotecárias.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2009 às 14:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Administração Obama quer ajudar nove milhões de pessoas a reestruturarem ou refinanciarem os seus empréstimos à habitação, de forma a evitarem execuções hipotecárias.

O programa, que vai ser anunciado hoje ao final do dia pelo presidente Barack Obama, vai usar 75 mil milhões de dólares (59,2 mil milhões de euros) para reduzir os juros dos empréstimos e incentivar alterações nos termos das hipotecas, anunciou o Departamento do Tesouro, citado pela Bloomberg.

O Tesouro norte-americano, dirigido por Timothy Geithner, referiu também que duplicará o montante da compra de acções da Fannie Mae e da Freddie Mac - maiores fontes de financiamento nos EUA para empréstimos à habitação - para 200 mil milhões de dólares (158 mil milhões de euros) de cada empresa.

O aumento dos custos dos empréstimos e a evidência de fortes problemas junto destas duas entidades de concessão de crédito hipotecário levou no ano passado o então secretário do Tesouro, Henry Paulson, a socorrer a Fannie e a Freddie com a injecção de capital ilimitado.

Ver comentários
Outras Notícias