Função Pública Trabalhadores de Oeiras vão ter 25 dias de férias e dispensa no aniversário  

Trabalhadores de Oeiras vão ter 25 dias de férias e dispensa no aniversário  

Os trabalhadores do município de Oeiras, no distrito de Lisboa, vão ter a partir deste ano mais três dias de férias, num total de 25, e dispensa no dia de aniversário, anunciou hoje a Câmara Municipal.
Trabalhadores de Oeiras vão ter 25 dias de férias e dispensa no aniversário   
Lusa 15 de fevereiro de 2018 às 21:16

O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, assinou hoje acordos colectivos de entidade empregadora pública com "todas as estruturas sindicais representativas dos trabalhadores", que atribuem mais direitos aos funcionários.

 

De acordo com informação prestada pelo município, estes acordos contemplam mais dias de férias para os trabalhadores, "o direito a um dia de descanso por cada dois domingos de trabalho efectivo" ou a "possibilidade de serem efectuadas trocas de turno entre trabalhadores com as mesmas funções (acordadas pelos próprios e aceites pelos serviços)".

 

Está prevista também a "possibilidade de realizar trabalho suplementar até 200 horas por ano, a redução dos períodos experimentais nas várias categorias, o crédito para os representantes de segurança e saúde no trabalho de 10 horas mensais e, relativamente ao trabalho nocturno, ser reduzido o limite superior para as 20 horas, com as consequências remuneratórias daí advenientes".

 

"No que concerne ao apoio à família, os trabalhadores de Oeiras passaram a ter acesso a jornada contínua para apoio a ascendentes em 1º grau e a usufruir do dia do funeral em caso de falecimento de familiar colateral de terceiro grau", acrescenta a nota da autarquia.

 

Os acordos prevêem ainda a dispensa no dia de aniversário dos trabalhadores, assim como no dia de Carnaval.

 

A nota da Câmara lembra que, em 2010, o município já tinha assinado um acordo deste género com os sindicatos, pelo que o documento "agora assinado consolida esta cultura negocial e esta forma de aproximar os trabalhadores dos decisores, cumprindo a vontade de Oeiras proporcionar aos seus trabalhadores mais condições de vida e de trabalho".

 

Em 2017, o município de Oeiras contava com 2378 funcionários.

 




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
CESTEIRO Q FAZ UM CESTO FAZ UM CENTO 18.02.2018

VIGARISTA DEMAGOGO !
Um povo que coloca no Poder um ex-presidiário, como sucedeu em Oeiras, autodefine-se, da forma mais negativa e rasteira possível.
Simplesmente lamentável.
Desce pequeno que ouço o sábio povo dizer que "CESTEIRO QUE FAZ UM CESTO FAZ UM CENTO"

Mr.Tuga 16.02.2018

Não vejo qualquer problema desde que trabalhem bem e sejam produtivos !!!!!!!!!!!

pertinaz 16.02.2018

OS EMPREGADOS DA CÂMARA DE OEIRAS SEMPRE DITARAM O VENCEDOR DAS ELEIÇÕES

SEMPRE ASSIM FOI E ASSIM SERÁ...

NÃO É POR ACASO QUE O ESTUPOR DO COSTA TENTA APLICAR A MESMA RECEITA AO PAÍS...!!!

Analista 16.02.2018

Com essa cara inchada deve ter o colesterol acima de 400. Um oportunista a fumar charuto do caro. Mesmo assim existem em Oeiras muitos otarios que o ajudam a manter a sua gordura corpulenta até que ele morra com um AVC, escapando assim a uma cirrose. Mais valia ter ficado na prisão.

ver mais comentários
pub