Economia Tribunal devolve casas a Álvaro Sobrinho

Tribunal devolve casas a Álvaro Sobrinho

Álvaro Sobrinho, presidente do BES Angola (BESA), ganhou nova decisão no Tribunal da Relação que agora ordenou a revogação do arresto de imóveis.
Negócios 03 de agosto de 2012 às 10:03
O Tribunal da Relação de Lisboa revogou a decisão do juiz Carlos Alexandre que ordenou o arresto de cinco casas de Álvaro Sobrinho, presidente do BES Angola, no âmbito de um processo de branqueamento de capitais.

Segundo o "Correio da Manhã", os cinco apartamentos no empreendimento Estoril Sol Residence voltam, agora, à posse de Sobrinho, porque, de acordo com o Tribunal da Relação, "não se vislumbra por ora indícios do crime de branqueamento de capitais, que sustentem o arresto dos bens".

O arresto tinha sido ordenado porque, então, se considerou haver incongruência entre o património de Sobrinho e os seus rendimentos enquanto presidente do BESA. Além de que levantou suspeitas o facto de Sobrinho ter vendido uma das fracções do prédio com prejuízo. Mas para o Tribunal da Relação nenhum dos motivos é suficientemente forte para sustentar o arresto.

De acordo com o "Correio de Manhã", esta é a quarta vez que Sobrinho ganha na Relação: primeiro viu revogada a caução de 500 mil euros; depois as contas foram descongeladas (entretanto voltaram a ser arrestadas) por duas vezes.



pub