Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trichet dá sinais de que subida dos juros é para continuar

O presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, considera que a política monetária para a Zona Euro permanece “acomodatícia” e que os riscos de pressões inflaccionistas a médio prazo se matem, um sinal de que irá voltar a subir as taxas de jur

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 08 de Março de 2007 às 14:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, considera que a política monetária para a Zona Euro permanece "acomodatícia" e que os riscos de pressões inflaccionistas a médio prazo se mantêm, um sinal de que irá voltar a subir as taxas de juro.

"A decisão foi tomada devido ao aumento dos riscos para a estabilidade dos preços no médio prazo que observámos na nossa análise económica e monetária", afirmou hoje o presidente do Banco Central Europeu, na conferência de imprensa que se seguiu ao anúncio de uma subida das taxas de juro da Zona Euro para os 3,75%.

O responsável máximo pela definição da política monetária nas 13 economias da União Europeia que partilham o euro explicou, na mesma ocasião, que "a decisão de hoje vai contribuir para que as expectativas de inflação no médio e longo prazo se mantenham solidamente ancoradas e em níveis consistentes com a estabilidade dos preços".

Ainda assim, "depois do aumento de hoje, dado o ambiente económico favorável, a nossa política monetária continua a ser acomodatícia, com as taxas de juro do BCE moderadas, com um crescimento vigoroso da circulação monetária e do crédito, bem como de uma ampla liquidez na Zona Euro", afirmou Trichet.

Outras Notícias