Mundo Trump sugere que professores andem armados

Trump sugere que professores andem armados

O presidente norte-americano, que hoje esteve reunido com sobreviventes do tiroteio de dia 14 de Fevereiro numa escola da Florida, é favorável à ideia de os professores andarem armados se tiverem um treino especial para esse efeito.
Trump sugere que professores andem armados
Reuters
Carla Pedro 21 de fevereiro de 2018 às 22:51

Donald Trump esteve hoje reunido com alunos, pais e professores, nomeadamente sobreviventes do tiroteio de dia 14 de Fevereiro no liceu Stoneman Douglas, em Parkland (Florida), para debater o tema da violência com armas nas escolas.

 

Este mais recente tiroteio numa escola norte-americana, que provocou 17 mortos e 14 feridos, levou a manifestações por todo o país.

 

Trump comprometeu-se a trabalhar no sentido de evitar futuros tiroteios em escolas do país e afirmou que Nikolas Cruz, o autor do tiroteio no liceu Stoneman Douglas, "é um indivíduo doente".

 

O presidente norte-americano defendeu, nesta mesma sessão, que os professores possam ter licença de porte de arma, bem como treino adequado, para poderem andar armados nas escolas e evitar futuros tiroteios.

"Se tivermos professores especializados em armas de fogo, eles podem muito bem acabar rapidamente com qualquer tiroteio na escola", declarou Trump, citado pelos meios de comunicação social.

E prosseguiu: "vamos analisar afincadamente essa possibilidade; creio que muitas pessoas se mostrarão contra, mas também acho que muitas pessoas irão gostar da ideia".


Trump disse ainda, citado pela Reuters, que a sua Administração vai mostrar pulso no que toca a fazer a verificação de antecedentes dos alunos e que vai dar grande ênfase à saúde mental.


(notícia actualizada às 23:16)




pub