Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Trump suspende algumas tarifas comerciais durante 90 dias

O presidente norte-americano aprovou uma proposta no sentido de suspender as tarifas alfandegárias sobre produtos como vestuário e camiões ligeiros, mas não sobre importações de itens chineses nem sobre aço e alumínio.

Donald Trump
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 01 de Abril de 2020 às 00:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Donald Trump aprovou esta noite uma proposta defendida por várias empresas no sentido de protelar durante 90 dias o pagamento de algumas taxas aduaneiras durante três meses e deverá estar prestes a anunciar a medida, avançaram a Bloomberg e o Financial Times.

 

O anúncio de deferimento das tarifas às chamadas nações mais favorecidas será feito sob a forma de uma ordem executiva, que deverá ser apresentada ainda esta semana, e permitirá ao Departamento norte-americano do Tesouro dar indicações à Proteção de Fronteiras e Alfândegas para adiar a cobrança de tarifas durante esses três meses.

 

Segundo a Bloomberg, essa ordem não se aplica às tarifas que Trump impôs em resultado de uma ação coercitiva, como é o caso de produtos chineses ou de aço e alumínio proveniente de todo o mundo.

 

Em vez disso, a suspensão do pagamento diz respeito às tarifas decretadas a nações com o estatuto de "mais favorecidas", numa base não discriminatória, e incide sobre alguns produtos importados pelos EUA a esses países, como calçado e vestuário.

 

Sublinhe-se que as tarifas sobre itens como casacos de esquiar, roupa de bebé e ténis começam na ordem dos 27%.

Nas últimas semanas, a Administração Trump já tinha permitido algumas isenções de taxas aduaneiras a material médico necessário para reforçar os stocks dos EUA em matéria de equipamento de proteção e outros produtos usados no combate à pandemia, mas esta nova medida terá um impacto mais vasto sobre a economia do país, numa altura em que a Casa Branca tenta manter as empresas à tona – muitas delas em grandes apuros na sequência da forte e súbita queda da procura. salienta o FT.

De acordo com o que uma das fontes disse ao FT, esta suspensão não incluirá algumas das tarifas de maior relevo aplicadas por Trump durante as guerras comerciais que têm marcado a sua presidência, incluindo as taxas punitivas sobre o equivalente a 360 mil milhões de dólares de produtos chineses, bem como as tarifas sobre metais importados – como aço e alumínio (que foram impostas com base numa justificação de segurança nacional).

(notícia atualizada às 00:26)

Ver comentários
Saber mais Donald Trump EUA China tarifas
Mais lidas
Outras Notícias