União Europeia União Europeia aplica tarifas às rodas de aço da China por causa de dumping

União Europeia aplica tarifas às rodas de aço da China por causa de dumping

A Comissão Europeia decidiu aplicar tarifas de até 66,4% às importações de rodas de aço com origem na China após ter concluído que as empresas chinesas fizeram "dumping".
União Europeia aplica tarifas às rodas de aço da China por causa de dumping
Philippe Wojazer/Reuters
Tiago Varzim 10 de outubro de 2019 às 12:07
A Comissão Europeia decidiu esta quinta-feira, 10 de outubro, impor tarifas entre 50,3% e 66,4% por um período de seis meses às rodas de aço produzidas na China. Tal acontece porque Bruxelas concluiu que as empresas chinesas fazem "dumping" nas importações.

De acordo com as autoridades europeias, as rodas de aço chinesas eram, alegadamente, vendidas a um preço abaixo do custo real de produção, uma prática conhecida por "dumping", o que causou um "prejuízo importante" às fabricantes desses bens com sede na União Europeia.

As tarifas incidem sobre rodas de aço utilizadas em veículos como carros e tratores. Segundo a Bloomberg, o alvo das taxas aduaneiras são 19 empresas, incluindo a Zhejiang Jingu e a Xingmin Intelligent Transportation Systems. A quota de mercado das fabricantes chinesas na UE aumentou gradualmente nos últimos anos até aos 5,3% em 2018.

O mercado europeu das rodas de aço está avaliado em 800 milhões de euros, segundo dados de 2018, e 3.600 empregos. A Alemanha, França, Espanha, República Checa, Itália, Roménia e Polónia são os principais países que atuam nesta indústria.

A imposição destas tarifas é o primeiro passo de uma investigação lançada em fevereiro deste ano com base numa queixa da Associação Europeia de Empresas de Rodas. De acordo com a Comissão Europeia, a UE tem 11 empresas que fabricam rodas de aço. 

As tarifas entrarão em vigor esta sexta-feira, 11 de outubro e, apesar de durarem por apenas seis meses, poderão ser prolongadas por cinco anos.

Também hoje a Comissão Europeia decidiu abrir uma nova investigação relacionada com outros produtos feitos de aço e as alegadas ajudas do Estado chinês que distorceram o mercado, o que poderá levar à aplicação de mais tarifas. Foi ainda lançada uma outra investigação sobre o papel térmico vindo da Coreia do Sul.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI