Economia União Europeia vale mais do que os EUA no PIB mundial

União Europeia vale mais do que os EUA no PIB mundial

Os (ainda) 28 países da União Europeia geram 23,8% da riqueza do mundo, um resultado que coloca o continente à frente dos Estados Unidos, China ou Japão, divulgou esta sexta-feira o Eurostat.
União Europeia vale mais do que os EUA no PIB mundial
Bruno Simão/Negócios
Bruno Simões 02 de setembro de 2016 às 12:47

Os Estados Unidos são a maior economia do mundo, mas se a União Europeia fosse um país ultrapassaria os americanos. O produto interno bruto (PIB) dos 28 estados-membros representava, em 2014, 23,8% de toda a riqueza mundial, enquanto a riqueza norte-americana valia 22,2% do PIB mundial. O PIB da China vem bem atrás, valendo 13,4% da riqueza do planeta, e o Japão representava 5,9% da riqueza mundial.

 

Estes dados constam da publicação "A UE no mundo" do Eurostat, e foram divulgados esta sexta-feira para assinalar a reunião do G-20 em Hangzhou, na China, que se realiza no domingo e segunda-feira.

 

Juntos, a União Europeia e os restantes países do G20 representam 85,2% da riqueza produzida no mundo – os restantes países valem 14,8%. Apesar de liderar na produção de riqueza, a UE tem apenas 7% da população mundial, ou 509 milhões de habitantes. Esse campeonato é ganho pela China, que concentra 18,7% da população mundial (1.376 milhões de pessoas), com a Índia a surgir na segunda posição, com 1.311 milhões de habitantes (17,8% da população mundial).

 

O principal parceiro comercial da União Europeia são os Estados Unidos – 18,3% das vendas de bens e serviços europeias seguiram para território norte-americano e 9,7% para a China. A União Europeia é uma cliente preferencial da Rússia e da Turquia: 45,1% das exportações russas e 43,5% das turcas foram para a Europa em 2014.

 

No que toca a nascimento de crianças, a UE não é exemplo e regista a terceira pior taxa de fertilidade entre os membros do G20, com 1,5 nados-vivos por mulher. Pior só a Coreia do Sul (1,2) e o Japão (1,4). Em sentido inverso, a Arábia Saudita, com 2,8, a Indonésia e a Índia (com 2,5) lideram este indicador. Recorde-se que, para haver renovação de gerações, a taxa de fertilidade deve ser de 2,1 filhos por mulher.

 

É precisamente no Japão que se regista a maior esperança média de vida: 87 anos para as mulheres e 80 anos para os homens. Na União Europeia, estes valores são de 83,7 anos para as mulheres e de 78,1 anos para os homens.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI