Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

União Europeia liberta primeira tranche da ajuda financeira à Ucrânia

A primeira fatia, de 100 milhões de euros, corresponde a 10% do apoio da União Europeia a Kiev para ajudar o país a fazer frente às necessidades de financiamento.

Reuters
Negócios 20 de Maio de 2014 às 12:50
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

A União Europeia libertou esta terça-feira, 20 de Maio, 100 milhões de euros de apoio financeiro a Kiev. Este montante corresponde à primeira tranche do resgate de mil milhões de euros, acordado a 28 de Abril.

 

A UE revela em comunicado que "nas próximas semanas" deverão ser atribuídos mais 500 milhões de euros de ajuda financeira à Ucrânia. Este valor está, porém, dependente da "ratificação do memorando de entendimento pelo parlamento de Kiev".

 

O restante valor da ajuda financeira (400 milhões de euros) está condicionado à "implementação de políticas económicas específicas", que deverão passar pelo "aumento dos apoios aos consumidores no sector da energia, reformas no sector financeiro e políticas anti-corrupção", refere a instituição.

 

A Ucrânia também está a receber ajuda financeira do Fundo Monetário Internacional (FMI), cujo programa corresponde a um empréstimo de 12,2 mil milhões de euros. A libertação da primeira tranche, no valor de de 2,3 mil milhões de euros (3,2 mil milhões de dólares), foi aprovada a 7 de Maio.

 

Este programa visa ajudar a Ucrânia a enfrentar a queda prevista na actividade económica e o pagamento da dívida de 1,5 mil milhões de euros relativa ao fornecimento de gás natural pela Rússia.

 

No total, a Ucrânia já recebeu 2,4 mil milhões de euros, somadas as tranches libertadas pela União Europeia e pelo FMI. Estes montantes correspondem a 18% do total da ajuda concedida pelas duas instituições – 13,2 mil milhões de euros.

 

Os Estados Unidos ainda não efectivaram o apoio financeiro a Kiev. A 22 de Abril, o vice-presidente, Joe Biden, prometeu uma ajuda adicional de 50 milhões de dólares sobre a linha de crédito de ajuda energética de mil milhões de dólares, anunciada a 4 de Março pelo Presidente norte-americano, Barack Obama.

 

Ontem, 19 de Maio, o Presidente russo, Vladimir Putin, ordenou a retirada das tropas do Kremlin estacionadas junto à fronteira da Rússia. Um anúncio feito a menos de uma semana das eleições presidenciais ucranianas, antecipadas para este domingo, 25 de Maio. 

Ver comentários
Saber mais ajuda financeira União Europeia Ucrânia FMI política
Outras Notícias