Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UTAO: Défice orçamental ficou nos 7,4% no primeiro trimestre

O défice orçamental do primeiro trimestre do ano deverá ter ficado praticamente inalterado face aos valores do ano passado. A conclusão é da Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), que calculou estes valores num relatório entregue hoje aos deputados.

Pedro Romano promano@negocios.pt 31 de Maio de 2012 às 18:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
Segundo os técnicos que apoiam os deputados na análise das contas públicas, o défice orçamental ficou em 7,4% do Produto Interno Bruto (PIB), apenas 0,1 pontos percentuais abaixo do valor registado em 2011, e bastante longe da meta de 4,5% negociada com a troika para este ano.

A diferença em relação aos números que são apurados mensalmente pela DGO reside num conjunto de operações contabilísticas que têm de ser feitas para passar do sistema utilizado pelas Finanças para a óptica empregue pelo Eurostat, e seguida pela troika. A UTAO fez estes ajustamentos aos números da DGO, de forma a chegar ao défice que conta para efeitos do Memorando de Entendimento.

A UTAO diz que há riscos claros de que a meta para este ano não seja cumprida, sobretudo em virtude da degradação do saldo da Segurança Social e dos problemas que estão a ser sentidos na frente fiscal, onde a receita de IVA não pára de cair. Agora, tudo depende do impacto que as medidas de consolidação extraordinária tiverem daqui para a frente - por exemplo, a retenção dos subsídios de férias e de Natal da função pública.
Ver comentários
Saber mais UTAO défice orçamental
Outras Notícias