Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Verdes insistem em fundo de tesouraria para micro e PME no retificativo

Na discussão do orçamento retificativo na especialidade, o PEV vai insistir na proposta já anteriormente feita e que diz respeito à criação de tesouraria para apoiar as micro, pequenas e médias empresas (PME). Verdes vão também propor que o lay-off não implique perdas de rendimentos para os trabalhadores.

A carregar o vídeo ...
David Santiago dsantiago@negocios.pt 22 de Junho de 2020 às 13:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Os Verdes (PEV) vão insistir, em sede de discussão do orçamento retificativo na especialidade, na proposta relativa à criação de um fundo de tesouraria para apoiar as micro e as PME, bem como na necessidade de garantir que a nova medida de lay-off não implicará perdas de rendimentos aos trabalhadores.

Depois do encontro mantido ao final desta manhã com o Presidente da República, em Belém, o deputado ecologista José Luís Ferreira avisou o Governo de que o PEV não vai deixar cair uma das suas propostas bandeira na discussão parlamentar do retificativo, a qual passa pela criação de um "fundo de tesouraria para as micro, pequenas e médias empresas poderem fazer face àquelas despesas que mantiveram apesar de não terem receitas". O parlamentar deu como exemplos desses gastos as rendas, instalações, energia ou mesmo salários. 

Este é um instrumento considerado "decisivo para garantir a sobrevivência de muitas pequenas empresas", assegurou José Luís Ferreira. Também determinante é "garantir que o lay-off não traz penalizações para as pessoas que trabalham". 

O deputado considera que a medida de lay-off simplificado entretanto anunciada pelo Executivo atenuou a injustiça da primeira versão, que implicava uma perda de cerca de um terço do rendimento, contudo mantém uma "natureza recessiva" na medida em que retirar rendimentos às pessoas, o que se reflete na diminuição da procura interna, assim dificultando o processo de recuperação económica. 

Em suma, o PEV vai apresentar diversas propostas com foco especial ns pessoas, pequenas empresas e natureza. Nesse sentido, o dirigente ecologista lamentou que o Governo não tenha prestado atenção à proposta do PEV relativa à uma aposta reforçada na reciclagem que garantiria a criação de "5 mil postos de trabalho permanentes" e criticou que os apoios públicos às empresas atingidas pelos efeitos da pandemia continuem ser estar vedados a companhias que tenham as suas sedes em paraísos fiscais.

 
Verdes apoiam decisão na região de Lisboa com "suporte técnico"
José Luís Ferreira confirmou também ter falado com Marcelo Rebelo de Sousa sobre a situação da pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, zona onde tem sido registada a maioria dos novos casos positivos de covid-19. 

Numa altura em que se somam as vozes que pedem a adoção de medidas mais restritivas para conter a propagação do novo coronavírus, designadamente uma cerca sanitária em torno dos cinco concelhos mais afetados - Lisboa, Sintra, Loures, Odivelas e Amadora - o deputado d'Os Verdes assegurou que o partido vai apoiar toda e qualquer decisão com "suporte técnico por parte das autoridades de saúde", aproveitando para validar a gestão feita pelo Executivo. 

"O Governo está a tomar o caminho correto, que é ouvir os autarcas antes de tomar uma decisão" "A Direção-Geral de Saúde deve dar orientação, qualquer decisão do Governo que tenha o suporte da DGS, e neste caso concreto com o apoio dos autarcas, terá a nossa concordância", afiançou. 

Também nesta manhã, o primeiro-ministro reuniu-se com os autarcas daqueles cinco concelhos. 

(Notícia atualizada)

Ver comentários
Saber mais PEV orçamento covid-19 José Luís Ferreira
Mais lidas
Outras Notícias