Política Verdes disponíveis para continuar a apoiar Governo de Costa

Verdes disponíveis para continuar a apoiar Governo de Costa

O partido ecologista Os Verdes defende que a posição conjunta assinada com o PS é uma “segunda constituição” e mostrou disponibilidade para “continuar esta caminhada”.
Verdes disponíveis para continuar a apoiar Governo de Costa
Bruno Simão
Marta Moitinho Oliveira 25 de julho de 2016 às 14:45

As declarações foram feitas pelo deputado ecologista José Luís Ferreira, no Palácio de Belém, depois de um encontro com o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa está a ouvir os partidos para avaliar o clima político antes das férias de Verão, numa altura em que o Governo começa a desenhar o Orçamento do Estado para 2017 e Portugal arrisca ser sancionado pela Comissão Europeia.

Aos jornalistas, o deputado d'Os Verdes afirmou que o que foi feito até agora foi "muito produtivo, muito útil" para os portugueses, já que se iniciou a recuperação de rendimentos.

O parlamentar acrescentou que a "posição conjunta é uma segunda Constituição". Em Novembro de 2015, o PS assinou com o Bloco, PCP e Verdes uma posição conjunta que garantiu uma maioria parlamentar de esquerda, permitindo a António Costa ser primeiro-ministro, apesar de não ter vencido as legislativas.

"Os Verdes estão disponíveis para continuar esta caminhada", garantiu. José Luís Ferreira disse antes que "se há linhas vermelhas, estas serão aferidas por essa posição conjunta" assinada entre os partidos de esquerda. No entanto, o partido não se quis comprometer com uma posição sobre o Orçamento do Estado para 2017 por este ainda não ser conhecido. José Luís Ferreira afirmou, citado pela Lusa, ser "prematuro que Os Verdes anunciassem agora a sua posição de voto sobre um Orçamento que ainda não existe".

Marcelo Rebelo de Sousa recebe ainda hoje o PCP, CDS, Bloco de Esquerda, PS e PSD.    




pub

Marketing Automation certified by E-GOI